Tsunami

O Tsunami é uma série de ondas gigantescas ocasionadas pela mobilização de um grande volume de água.

Essas ondas se alastram pelo oceano até encontrar uma barreira, tal como o litoral.

Estes abalos marítimos, também conhecidos como maremotos, reúnem uma grande quantidade de força, gerando uma ou mais ondas (tsunamis) com admirável poder de destruição.

As massas de água que chegam à região costeira e arrebentam em ondas, podem ultrapassar 10 metros.

Note que os tsunamis não estão relacionados com as marés, visto que o termo procede de seu aspecto mais comum, que é a de uma "pororoca" extraordinariamente alta.

Um Tsunami pode atingir centenas de quilômetros de extensão e percorrer milhares de quilômetros, tendo uma velocidade de cerca de 700 km/h.

Tsunami
Representação de um Tsunami

Os tsunamis em alto mar são tênues e discretos, porém quando se acercam da terra provocam fricção com o fundo do mar. Isso faz com que o tamanho da onda aumente e arrase tudo que está pela frente.

Normalmente, cerca de dez minutos antes de um tsunami alcançar à costa, o mar recua de acordo com a força das ondas que estão por vir.

Como é provocado o Tsunami?

Quaisquer perturbações acima ou abaixo da água têm o potencial para provocar um tsunami.

São exemplos: sismos, erupções vulcânicas e outras explosões submarinas (bombas nucleares), deslizamentos de terra e outras oscilações de massa, acontecimentos meteorológicos extraordinários e queda de meteoritos.

Curiosidades

  • Do japonês o termo "Tsunami", significa "onda de porto". Já a palavra "Maremoto", do latim mare, significa mar, e motus, significa movimento.
  • A maioria dos tsunamis ocorre no Oceano Pacífico (cerca de 80%).
  • O que distingue uma onda normal de um tsunami é a frequência: enquanto uma onda normal tem uma frequência de alguns segundos, os tsunamis podem possuir distâncias que variam de horas a dias.
  • Em 26 de dezembro de 2004, ocorreu um incomensurável terremoto submarino na costa da ilha de Sumatra, na Indonésia. O sismo de 9,0 na escala Richter, provocou uma série de tremores secundários com amplitudes de 5,0 nos dias seguintes. Esse tsunami atingiu a marca de 480 km/h e levou a morte de 280 mil pessoas e a destruição de inúmeras cidades.

Leia mais:

Atualizado em