Winston Churchill


Winston Leonard Spencer-Churchill (1874-1965) foi um político britânico e primeiro-ministro da Grã-Bretanha.

Foi uma das figuras mais emblemáticas durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945) ao encarnar a resistência dos Aliados frente ao nazismo.

Biografia

Winston Churchill
Winston Churchill e seu inseperável charuto

Winston Leonard Spencer-Churchill nasceu em 30 de novembro de 1874 no Palácio de Blenheim, na cidade inglesa de Woodstock. Seu pai, Lorde Randolph Churchill era inglês e a mãe, Jennie Jerome, estadunidense.

De uma família abastada, Churchill teve uma educação rígida em Dublin, Irlanda. Mais tarde, seguiu a carreira militar e os passos de seu progenitor. Seu pai exerceu cargos na política, se destacando como Ministro da Fazenda.

Churchill serviu o exército britânico de 1895 a 1924, se graduando Tenente-Coronel na Academia Militar de Sandhurst.

Filiou-se ao Partido Conservador e exerceu cargos políticos em seu país quanto este partido estava no governo como Secretário de Estado, Deputado, Chanceler do Tesouro, etc.

Foi Ministro das finanças, do Comércio, da Defesa, das Colônias, das Munições e, finalmente, Primeiro Ministro da Grã-Bretanha.

Atuou na Guerra dos Bôeres (na África), na Guerra em Cuba, na Índia e na África do Sul. Ademais, exerceu o cargo de Primeiro Lord do Almirantado na Primeira Guerra Mundial.

Na Segunda Guerra Mundial foi eleito em 1940 Primeiro-Ministro do Reino Unido e se destacou pela sua intransigência em relação ao nazismo. Por outro lado, tinha que manter as esperanças do povo britânico e fazia discursos que era acompanhados por toda população.

Nesta época, criou laços com o presidente dos Estados Unidos Franklin Roosevelt, pois o Reino Unido dependia diretamente da cooperação americana a fim de resistir aos ataques alemães.

Churchill foi um exímio orador, sendo conhecido por seus discursos nacionalistas que pregavam a paz.

Face a publicação de seus artigos e obras recebeu em 1953 o Prêmio Nobel de Literatura. Em 1955 renunciou ao cargo de Primeiro Ministro, fazendo um grande discurso intitulado “Jamais Desesperar”.

Churchill faleceu em Londres, no dia 24 de janeiro de 1965.

Primeira Guerra Mundial (1914-1915)

Churchill serviu como Primeiro Lord do Almirantado e foi o responsável pela modernização da Marinha britânica. Neste sentido, promoveu a troca do uso de carvão pelo óleo a fim de tornar os navios mais eficientes e rápidos.

Por outro lado esteve por trás do desastre da Batalha de Gallipoli onde 200.000 britânicos e seus aliados australianos e neozelandeses perderam a vida devido a um erro estratégico. Devido ao desastre, ele renuncia ao cargo, contudo meses depois se oferece para lutar na França.

Leia mais: Principais Batalhas da Primeira Guerra Mundial

Segunda Guerra Mundial (1939-1945)

Após o ministro Neville Chamberlain ter fracassado nas negociações com Adolf Hitler, os conservadores voltam ao governo com Winston Churchill à frente.

Sua política de intolerância para com os nazistas, a aliança estratégica com Stalin e o apoio dos americanos fizeram Churchill ser respeitado e admirado em todo mundo.

Apesar da Inglaterra ter sido duramente bombardeada,Churchill foi ao rádio e fez seu célebre discurso "Nunca nos renderemos":

Nós lutaremos até o fim, nós lutaremos na França, nós lutaremos nos mares e oceanos, nós lutaremos com crescente confiança, e crescente força nos ares!

Nós defenderemos nossa ilha, qualquer que seja o custo! Nós lutaremos nas praias, nós lutaremos nas pistas de pouso, nós lutaremos nos campos, e nas ruas, nós lutaremos nas montanhas. Nós nunca nos renderemos!

Funeral

Funeral de Churchill
O funeral de Churchill foi acompanhado por grande multidão

O funeral de Churchill reuniu líderes de várias gerações que foram prestar sua última homenagem ao estadista que ajudou a Europa na sua hora mais negra.

Também a população acorreu em massa para ver o cortejo fúnebre. Até hoje, Churchill é citado como um paradigma de estadista.

Obras

De suas obras destacam-se:

  • A História do Campo de Malakand Force (1898)
  • A Guerra do Rio (1899)
  • De Londres a Ladysmith via Pretoria (1900)
  • A Marcha de Ian Hamilton (1900)
  • Savrola (1900)
  • Lorde Randolph Churchill (1906)
  • Minha viagem africana (1908)
  • A Crise Mundial (1923-1931)
  • A Minha Juventude (1930)
  • Índia (1931)
  • Pensamentos e Aventuras (1932)
  • Grandes Contemporâneos (1937)
  • A Segunda Guerra Mundial (seis volumes:1948-1954)
  • Uma História dos Povos de Língua Inglesa (1956-1958)

Frases

  • Ninguém pretende que a democracia seja perfeita ou sem defeito. Tem-se dito que a democracia é a pior forma de governo, salvo todas as demais formas que têm sido experimentadas de tempos em tempos.”
  • Política é quase tão excitante quanto a guerra, e quase tão perigosa. Na guerra, você é morto uma vez mas em política, várias vezes.”
  • A imaginação consola os homens do que não podem ser; o sentido de humor consola-os do que são.”
  • Todas as grandes coisas são simples. E muitas podem ser expressas numa só palavra: liberdade; justiça; honra; dever; piedade; esperança.”
  • A desvantagem do capitalismo é a desigual distribuição das riquezas; a vantagem do socialismo é a igual distribuição das misérias.”

Curiosidades

  • O discurso de Churchill "Não nos renderemos" é citado na música "Aces High", de Steve Harris, do grupo inglês Iron Maiden.
  • Em 2017 foi lançado filme "A hora mais negra", de Joe Wright, abordando a atuação de Churchill durante a Segunda Guerra.
  • Winston Churchill batiza avenidas, ruas e escolas em todo mundo.

Leia mais: Cortina de Ferro