Bulimia

Lana Magalhães

Bulimia nervosa é um transtorno alimentar em que ocorre ingestão de grande quantidade de alimentos, seguido do uso de alternativas para evitar o ganho de peso.

Para isso, é comum a indução do vômito e uso de laxantes. Além disso, as pessoas bulímicas praticam intensos exercícios físicos e realizam dietas severas.

Entre as causas da bulimia estão fatores biológicos, culturais, familiares, psicológicos, sociais e culturais.

O culto pelo corpo magro e esbelto, padrões de beleza e influência da mídia são fatores determinantes para a ocorrência de bulimia.

A bulimia afeta em maior quantidade as mulheres, especialmente na fase da adolescência.

Sintomas

Os sintomas da bulimia são:

  • Consumo compulsivo de grandes quantidades de alimentos, na maioria das vezes bastante calóricos, num curto período de tempo, seguido de remorso ou sentimento de culpa;
  • Vômitos autoinduzidos;
  • Visão distorcida da própria imagem. A pessoa sempre acha que está acima do peso, mesmo que esteja magra ou dentro do peso ideal;
  • Preocupação com o ganho de peso;
  • Uso descontrolado de diuréticos e laxantes;
  • Calos nas mãos provocados pela indução do vômito;
  • Muita variação de peso.
Bulimia
Provocar o vômito é um dos principais sintomas da bulimia

As pessoas que sofrem de bulimia também apresentam baixa autoestima, ansiedade, depressão, perfeccionismo, insatisfação constante e automutilação.

Consequências

Como consequências, a bulimia pode trazer vários problemas para a saúde, entre eles:

  • Arritmia cardíaca;
  • Distúrbios gastrointestinais;
  • Inflamações e lesões na garganta;
  • Destruição do esmalte dos dentes;
  • Desidratação;
  • Alteração ou desaparecimento da menstruação;
  • Depressão;
  • Ressecamento da pele;
  • Problemas na gengiva.

Tratamento

O tratamento da bulimia deve ser multidisciplinar, com a participação de médico, psicólogo, psiquiatra e nutricionista.

O objetivo do tratamento não é tratar apenas o distúrbio alimentar em si, mas também os sentimentos e comportamentos prejudiciais do indivíduo. Assim, as terapias e grupos de apoio auxiliam o tratamento.

Quanto aos medicamentos, o médico pode receitar alguns tipos de remédios como os antidepressivos.

Bulimia e Anorexia

A anorexia é um transtorno alimentar caracterizado pelo medo intenso de engordar e uma preocupação excessiva com o próprio peso.

Na anorexia existe uma distorção da imagem corporal, que faz com que a pessoa se olhe no espelho e se ache com excesso de peso, mesmo estando magra.

Essa situação faz com a pessoa pratique dietas inadequadas, jejuns prolongados e exercícios físicos intensos.

Ao contrário da bulimia, na anorexia não existe o consumo exagerado de alimentos. Porém, nos dois casos é comum a distorção da imagem corporal.

Quer saber mais sobre Bulimia? Assista também o vídeo abaixo:

Lana Magalhães
Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.