Calvinismo

Juliana Bezerra

O Calvinismo é uma doutrina teológica surgida a partir da Reforma Protestante, ocorrida no século XVI.

A doutrina calvinista surge a partir das interpretações feitas pelo João Calvino (1509-1564), um estudioso convertido ao Protestantismo em 1533, às ideias de Lutero. No entanto, só receberia este nome após a sua morte.

Ambos os pensadores estavam insatisfeitos com certos comportamentos do clero católico. Também discordavam da teologia católica e davam ênfase a graça e eleição divina para a salvação, deixando as obras em segundo plano.

Perseguido na França, Calvino se retira à Genebra, Suíça, onde sistematiza e prega sua crença.

As ideias de Calvino influenciaram a formação de igrejas em todo mundo, como as Igrejas Reformadas suíça e francesa, ou a Igreja Presbiteriana.

Os Cinco Pontos do Calvinismo

O pensamento calvinista é resumido nas iniciais da palavra “tulip” (tulipa, em inglês). A flor também é um dos símbolos do Calvinismo.

Os cinco pontos são:

T- Total Depravity (Depravação Total)

O homem nasceu com o pecado original, por conta de Adão e Eva. Por isso, nenhuma área humana está livre do pecado e todas as ações humanas serão influenciadas por ele.

Entre escolher fazer o Bem e o Mal, o ser humano sempre escolherá o Mal. Então, é preciso de uma ação de Deus para que o ser humano possa escolher o Bem.

U- Unconditional Election (Eleição Incondicional)

Deus escolhe quem Ele quer salvar. Não são as pessoas, pelas boas ações durante a vida que alcançam a salvação e, sim, Deus, que elege os homens que levará para o céu.

Esta proposição parece injusta aos olhos humanos, mas a justiça divina não é igual à humana. Se considerarmos que para os calvinistas, todos os homens estavam perdidos, quando Deus decide salvar algumas pessoas isso não é injusto.

L- Limited Atonement (Expiação Limitada)

Cristo não morreu na cruz para expiar ou salvar toda a humanidade, mas para salvar os escolhidos, os seus eleitos.

I- Irresistible Grace (Graça Irresistível)

Desde que seja chamado por Deus, ninguém pode negar o seu chamado, porque esse é irresistível.

P- Perseverance of the Saints (Perseverança dos Santos)

Quando o ser humano aceita o chamado de Deus, o homem assume a sua fé para sempre. Não significa que não haverá dificuldades, mas o escolhido conseguirá perseverar.

Em outras palavras, a salvação não se perde.

Livros de Calvino

Calvino escreveu várias obras e uma das principais é “A Instituição da Religião Cristã” que pode ser considerada o resumo de seus pontos de vista sobre o cristianismo.

Também redigiu comentários sobre grande parte dos livros da Bíblia, sermões e uma grande quantidade de cartas onde é possível acompanhar o pensamento calvinista.

Diferenças entre Luteranismo e Calvinismo

O Luteranismo é o nome do conjunto de interpretações feitas por Martinho Lutero (1483-1546), ao cristianismo, durante a Reforma Protestante, iniciada na Alemanha.

O Calvinismo surge num segundo momento da Reforma Protestante, na França, com João Calvino. Mais tarde, Calvino se estabelece na Suíça, onde entrará em contato com outro reformador, Huldrych Zwinglio.

A questão da salvação é a principal diferença doutrinária entre as duas correntes teológicas. Os luteranos acreditam que as pessoas alcançam o caminho da salvação mediante a fé e o seu comportamento voltado para boas ações. Por sua parte, os calvinistas pregam a Doutrina da Predestinação, o que significa que caminho de cada pessoa já está traçado por Deus.

Arminianismo e Calvinismo

O Arminianismo é uma corrente teológica criada pelos discípulos do teólogo holandês Jacobus Arminius (1560-1609), que aprofunda algumas ideias calvinistas e se afasta de certas concepções, como a expiação limitada.

Por isso, os arminianos dão ênfase à liberdade humana, no sentido que o ser humano pode recusar o chamado de Deus. Acredita, ainda, que Jesus Cristo morreu por todos e não apenas pelos escolhidos.

Enquanto os calvinistas resumem suas principais ideias no acróstico "tulip", os armenianos fazem o mesmo com a palavra "facts".

Anglicanismo e Calvinismo

A Inglaterra foi um país que acolheu o pensamento protestante, especialmente o calvinista, que daria origem à Igreja Anglicana, na Inglaterra e à Igreja Presbiteriana, na Escócia. No entanto, ao contrário dos principados alemães e da Suíça, ali a Reforma Protestante foi conduzida pelo soberano, o rei Henrique VIII.

O monarca inglês queria se separar da sua esposa, a rainha Catarina de Aragão, uma vez que com ela não tinha tido um filho homem que garantisse a sucessão no trono. Por isso, o rei queria se casar novamente para obter o tão desejado varão.

Assim, as ideias luteranas e calvinistas foram acolhidas por parte do clero deste país, que concederam o divórcio ao rei e provocaram a ruptura com a Igreja Católica Romana. Este fato deu origem à Igreja Anglicana, que nasceu subordinada ao rei inglês.

Temos mais textos para você:

Referências Bibliográficas

Nouis, Antoine - Luthériens et Calvinistes, quelles différences ?. Publicado em 21 junho 2019. Consultado em 05.01.2021.

"O que significa Arminianismo ou ser Arminiano?". Mundo Bíblico. Consultado em 04.01.2021.

"O que Significa Calvinismo ou ser Calvinista?". Mundo Bíblico. Consultado em 04.01.2021.

Juliana Bezerra
Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.