Luteranismo


Luteranismo é a doutrina protestante, vertente do Cristianismo, pregada por Martinho Lutero, que acredita que a salvação das pessoas consiste na sua fé.

Reforma Protestante

O Luteranismo insere-se na Reforma Protestante, com a precursão do seu líder Martinho Lutero, no ano 1517, na Alemanha. O monge, então católico, contestou alguns pontos da doutrina católica, manifesto conhecido como 95 teses, no qual dentre várias objeções ao catolicismo, enfatiza especialmente o pagamento de indulgências - remuneração paga à igreja pelos fieis em função do perdão dos seus pecados.

Com isso, Lutero pretendia reformar e, não, dividir a igreja católica, mas a sua iniciativa não foi aceite e como consequência da publicação das 95 teses que Martinho Lutero escreveu e afixou na porta da igreja de Wittemberg, na Alemanha, o mesmo foi excomungado anos depois pelo Papa Leão X.

Para saber mais leia também os artigos: Reforma Protestante e Martinho Lutero.

Igreja Luterana

Dentre as crenças luteranas, a principal é a salvação pela fé. Os luteranos acreditam que a salvação é alcançada mediante as atitudes das pessoas somado à paixão e morte de Cristo em expiação dos pecados dos homens.

A crença luterana acredita que a Bíblia é a palavra de Deus e que a mesma deve ser lida e interpretada por todos.

Os luteranos dedicam o domingo para irem à igreja. Dos sete sacramentos pregados pelos católicos, praticam a Comunhão, bem como o Batismo. Distinguem-se dos católicos, também, pelo fato de não reconhecer a autoridade do papa.

Há dois grupos da igreja luterana no Brasil: a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil e a Igreja Evangélica Luterana do Brasil; ambos somam mais de um milhão de crentes no Brasil.

Luteranismo, Calvinismo e Anglicanismo

Todas são doutrinas protestantes, que se distinguem pelo fato de assumir diferentes características mediante os seus precursores.

Assim, a primeira doutrina protestante é o Luteranismo, na Alemanha, a qual influenciou o Calvinismo, de João Calvino, na França.

Ao contrário dos luteranos, os calvinistas acreditam na Doutrina da Predestinação, o que significa que caminho de cada pessoa já está traçado por Deus, cujo chamado não pode ser negado, decorrendo daí a ideia do destino espiritual.

Para saber mais leia também os artigos: Calvinismo e Anglicanismo.

Na sequência, o Anglicanismo tem, por sua vez, origem na Inglaterra a partir da negação do pedido de divórcio que o rei Henrique VIII teria feito ao papa Clemente VII. Assim, o rei dividiu a igreja na Inglaterra dando origem à igreja anglicana.

Leia mais: