Escandinávia

Juliana Bezerra

Escandinávia é uma denominação geopolítica que engloba Noruega, Suécia e Dinamarca.

Países Escandinavos

A palavra Escandinávia tem sua origem no Império Romano, quando os romanos acreditavam que as terras situadas ao norte da então Germânia eram uma ilha chamada Scania. Na verdade, tratava-se da ponta meridional da Suécia.

Sob ponto de vista geográfico, os países escandinavos são apenas Noruega e Suécia que compartem a Península Escandinava.

Península Escandinava
A península Escandinava é formada por Noruega e Suécia, destacados em rosa no mapa

No entanto, por conta do idioma, heranças culturais e história em comum, a Dinamarca também é incluída nessa denominação.

Durante mais de dois séculos, de 1397 a 1523, os três países chegaram a formar um único reino, denominado União de Kalmar. No entanto, a Suécia rompeu esta associação, mas Noruega e Dinamarca seguiram juntas até 1814.

Por sua vez, Suécia e Noruega formaram uma união pessoal (dois reinos distintos governados pelo mesmo soberano) de 1814 até 1905. Assim, além da península, o nome Escandinávia passou a designar os três países.

Vikings

Os países escandinavos foram habitados pelos vikings, o que reforça ainda mais as semelhanças culturais e históricas.

Divididos entre clãs e tribos, os vikings construíam barcos ligeiros e resistentes para navegar entre os mares e lagos de seus territórios. Desta maneira, foram se expandindo, acabaram invadindo o território romano e chegaram a povoar o atual Reino Unido.

Apesar das rivalidades, os vikings possuíam costumes parecidos e rogavam aos mesmos deuses como Odin e Thor para buscar favores e proteção.

Países Nórdicos

Os países nórdicos são Dinamarca, Finlândia, Islândia, Noruega e Suécia os quais compartilham tradições, história e fronteiras geográficas. Também estão incluídas as três regiões autônomas que fazem parte do Reino da Dinamarca: Groenlândia, Ilhas Åland e Ilhas Faroé.

Portanto, o termo "países nórdicos" é mais abrangente que "países escandinavos". Observe no mapa abaixo quais são os países escandinavos, nórdicos e os que fazem parte de ambos os grupos:

Países Europa do Norte

Semelhanças entre os Países Nórdicos

  • Possuem as melhores colocações de Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) mundial, bem como de nível educacional;
  • Por sua proximidade geográfica, a preservação e a ocupação no Ártico são um tema importante na agenda destes países;
  • Após três décadas aplicando políticas para redução da desigualdade entre gêneros, os países nórdicos estão entre os mais igualitários do mundo;
  • A religião protestante, na sua vertente luterana, é predominante na região;
  • Todas as bandeiras nacionais levam uma cruz representando o cristianismo.

Vejamos alguns dados em particular:

Dinamarca

Bandeira da Dinamarca
Bandeira do Reino da Dinamarca
  • Nome Oficial: Reino da Dinamarca
  • Capital: Copenhague
  • Regime de Governo: monarquia parlamentarista
  • Chefe de Estado: Rainha Margareth II, desde 1972.
  • Chefe de Governo: Primeiro-Ministro Lars Løkke Rasmussen, desde 2015.
  • População: 5 627 235 habitantes (2014)
  • Moeda: coroa dinamarquesa

Islândia

Bandeira da Islândia
Pavilhão da República da Islândia
  • Nome Oficial: República da Islândia
  • Capital: Reikiavik
  • Regime de Governo: república parlamentarista
  • Chefe de Estado: Guðni Thorlacius Jóhannesson, desde 2016.
  • Chefe de Governo: Primeira-Ministra Katrín Jakobsdóttir, desde 2017.
  • População: 336 460 habitantes (2018)
  • Moeda: coroa islandesa

Finlândia

Bandeira da Finlândia
Bandeira da República da Finlândia
  • Nome Oficial: República da Finlândia
  • Capital: Helsinque
  • Regime de Governo: república parlamentarista
  • Chefe de Estado: Presidente Sauli Niinistö, desde 2018.
  • Chefe de Governo: Primeiro-Ministro Juha Sipilä, desde 2015.
  • População: 5 471 753 habitantes (2017)
  • Moeda: Euro

Noruega

Bandeira da Noruega
Pavilhão do Reino da Noruega
  • Nome Oficial: Reino da Noruega
  • Capital: Oslo
  • Regime de Governo: monarquia parlamentarista
  • Chefe de Estado: Rei Harald V, desde 1991.
  • Chefe de Governo: Primeira-Ministra Erna Solberg, desde 2013.
  • População: 5 295 600 habitantes (2018)
  • Moeda: coroa norueguesa

Suécia

Bandeira da Suécia
Pavilhão do Reino da Suécia
  • Nome Oficial: Reino da Suécia
  • Capital: Estocolmo
  • Regime de Governo: monarquia parlamentarista
  • Chefe de Estado: Rei Carlos XVI, desde 1973.
  • Chefe de Governo: Primeiro-Ministro Stefan Löfven, 2014.
  • População: 10 000 000 habitantes (2017)
  • Moeda: coroa sueca

Conselho Nórdico

A fim de fomentar a cooperação entre os cinco países, em 1952 foi criado o Conselho Nórdico. Este é formado por representantes dos parlamentos dos países-membros e das três regiões autônomas dinamarquesas. Seu objetivo é aconselhar os governos em temas de educação, justiça e cidadania.

Desde 1957, a livre-circulação de pessoas é permitida para os cidadãos dos países-membros do Conselho Nórdico.

Igualmente, os ministros das diferentes áreas de governo - educação, saúde, energia, etc. - se encontram várias vezes ao ano para discutir temas comuns.

Turismo na Escandinávia

Cruzeiro nos fiordes noruegueses
Paisagens deslumbrantes como este fiorde na Noruega fazem parte do turismo escandinavo

A Escandinávia agrada todo o tipo de viajante. Desde aquele que busca aventura à paisagens deslumbrantes, aos que preferem curtir a vida cultural das cidades.

Seja fazendo um cruzeiro pelos fiordes da Noruega ou visitando os museus vikings da Dinamarca, ninguém sai decepcionado dos países nórdicos. Abaixo algumas dicas de programas turísticos:

Dinamarca

A capital Copenhague concentra vários pontos de interesse cultural como o Palácio de Amalienburg, o parque Tivoli e o pier Langelinie, ideal para fazer a foto clássica com a estátua da Pequena Sereia.

Quem deseja se aprofundar na cultura do guerreiros vikings deve visitar a cidade de Roskilde e conhecer o Museu de Barcos Vikings. Igualmente, na cidade de Aarhus se encontra o Museu Viking.

Suécia

A Suécia foi o mais poderoso dos países escandinavos e isso se reflete na riqueza arquitetônica de sua capital, Estocolmo. Passear pelo centro antigo da cidade é viajar no tempo.

No entanto, o país guarda belas surpresas para os praticantes de caminhadas com rotas de tirar o fôlego como o Kungsleden, o caminho real de Suécia e uma das rotas mais transitadas em todo mundo.

Noruega

A Noruega obteve seu grande crescimento econômico por conta do petróleo, mas o turismo também é uma importante fonte de receitas. Oslo é considerada a cidade mais verde da Europa e por isso, abundam opções de passeios grátis por seus parques.

Destacam-se a cidade de Bergsen e suas igrejas de madeira, os belíssimos fiordes e, claro, o fenômeno da aurora boreal que pode ser observado no norte do país.

Curiosidades

  • O nome original da região, Scania, acabou por batizar uma empresa sueca de veículos pesados.
  • Os países escandinavos divergiram quanto à maneira de participar da União Europeia: a Noruega não faz parte, enquanto Suécia e Dinamarca estão na UE, mas não adotaram o euro.
  • Na Escandinávia, habita a única tribo indígena (nativa) do Norte da Europa, os samis, na região da Lapônia. Embora esta não seja um país independente, o território é reconhecido como terra dos samis e possui um parlamento.

Leia mais:

Juliana Bezerra
Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.