Características do Parnasianismo

Daniela Diana
Escrito por Daniela Diana
Professora licenciada em Letras

As características do parnasianismo residem na sentença “arte pela arte”, ou seja, na busca da perfeição das formas poéticas e no rigor estético, permeado por valores clássicos.

Diante disso, os escritores parnasianismos buscavam o sentido da vida ao escrever sobre temas da realidade, fatos históricos e assuntos pertencentes à cultura clássica, por exemplo, a mitologia.

Eles pretendiam, sobretudo, atingir o mais alto grau de perfeição através da preocupação com a estética poética, desde metrificação, versificação e esquema de rimas. Ou seja, eles se preocupavam mais com a forma poética em detrimento do conteúdo propriamente dito.

Foi assim que os parnasianos utilizavam palavras cultas e rimas raras, ricas e perfeitas em suas composições. O tipo de composição poética mais explorada foi o soneto, um poema de forma fixa formado por dois quartetos e dois tercetos.

Contexto histórico

O Parnasianismo foi um movimento artístico que surgiu na segunda metade século XIX na França, e que gradualmente foi se espalhando pelo mundo.

Com as invenções (locomotiva, fotografia, telefone, fonógrafo, lâmpada, etc.) e as novas descobertas científicas da época (nas áreas da matemática, física, química, biologia, psicologia, medicina, etc.), os parnasianos buscavam a interpretação de questões humanas através do cientificismo, positivismo e materialismo.

Em meio ao contexto da Revolução Industrial Inglesa e os avanços da metalurgia, o mundo apresentava inúmeras e profundas mudanças na economia. Com isso, o aumento da população, a acelerada urbanização e avanço dos transportes, resultaram em diversas mudanças na mentalidade humana.

Tudo isso está refletido nas obras produzidas nessa época, donde o subjetivismo e emoção do escritor, cultivados pelo movimento anterior do romantismo, dá lugar a impessoalidade e a valorização das ciências.

Principais características do Parnasianismo

  • Oposição ao romantismo
  • Objetivismo e racionalismo
  • Cientificismo e positivismo
  • Valorização da cultura clássica
  • Rigor estético e culto à forma poética
  • Linguagem clássica, refinada e rebuscada
  • Descrição detalhada de cenas e objetos
  • Poesia lógica e complexa
  • Impessoalidade

Para complementar sua pesquisa veja também os artigos:

Atualizado em
Daniela Diana
Escrito por Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.