Desnutrição

Lana Magalhães

A desnutrição é definida como uma condição clínica decorrente de uma deficiência, relativa ou absoluta, de um ou mais nutrientes essenciais.

A desnutrição ocorre quando o organismo não recebe os nutrientes necessários para o seu metabolismo adequado. É uma doença com múltiplas causas, de entendimento complexo e com raízes na pobreza. É um resultado de fatores sociais, econômicos e patológicos.

É um grave problema de saúde pública em todo o mundo, sendo mais observada em países subdesenvolvidos e em desenvolvimento.

A desnutrição pode se iniciar no útero e se estender à vida adulta. Os bebês de baixo peso que sofreram retardo de crescimento intrauterino já nascem desnutridos e com risco de morte.

As crianças são as mais afetadas. A desnutrição infantil origina graves consequências para o crescimento e desenvolvimento das crianças. A desnutrição infantil está diretamente relacionada às condições de vida das famílias de baixa renda. A desnutrição é responsável por 55% das mortes de crianças até os cinco anos em todo o mundo.

Saiba mais sobre a Mortalidade Infantil e Países Subdesenvolvidos

Tipos de desnutrição

A desnutrição pode ser classificada de acordo com o nutriente que está em falta na alimentação.

  • Kwashiorkor: Carência de proteínas.
  • Marasmo: Carência de calorias.
  • Kwashiorkor-marasmático: Forma mista, existe falta de fontes energéticas e proteínas.

Causas da desnutrição

As causas da desnutrição podem apresentar caráter primário ou secundário:

  • Causas primárias: Alimentação inadequada. A pessoa tem uma alimentação quantitativa ou qualitativamente insuficiente em calorias e nutrientes.
  • Causas secundárias: Alguma condição faz com a ingestão de alimentos não seja suficiente para atender as necessidades energéticas do organismo. Ocorre associada a presença de verminoses, câncer, anorexia, infecções, intolerância alimentar, digestão e absorção deficiente de nutrientes.

Outros fatores também podem ocasionar a desnutrição, são eles: o desmame precoce, falta de condições sanitárias adequadas, fatores sociais, práticas alimentares culturais e condições emocionais.

Leia também sobre a Fome no Mundo e Fome no Brasil.

Consequências da desnutrição

A desnutrição provoca diversas alterações no funcionamento normal do organismo. A pessoa desntruida fica mais sujeita a sofrer por infecções e ser acometida por outras doenças.

Em crianças, a desnutrição pode comprometer o desenvolvimento mental e físico. Nos casos mais graves pode levar até a morte.

Entre as principais consequências da desnutrição estão:

  • Perda de massa muscular e de gordura;
  • Emagrecimento;
  • Desprendimento fácil do cabelo;
  • Perda da cor do cabelo;
  • Dimunuição ou interrupção do crescimento;
  • Anemia;
  • Enrugamento e descascamento da pele;
  • Alterações ósseas;
  • Alterações em órgãos do sistema respiratório, imunológico e digestório;
  • Alterações psicológicas, como depressão e apatia.

Tratamento da desnutrição

O tratamento da desnutrição varia de acordo com a gravidade da doença.

De modo geral envolve as seguintes ações: eliminar as causas da desnutrição e propiciar condições no tempo necessário para que o organismo possa ser recuperar.

No tratamento busca-se recuperar o estado nutricional da pessoa, com objetivo de normalizar o seu metabolismo. Para isso, são fornecidos os nutrientes necessários na alimentação.

Em crianças, o tratamento busca também recuperar as suas condições normais de crescimento e ganho de peso.

A alimentação saudável é a melhor forma de prevenir a desnutrição.

Quer saber mais sobre alimentação saudável? Leia sobre Pirâmide Alimentar.

Desnutrição no Brasil

No Brasil, a prevalência da desnutrição na infância tem diminuído nas últimas décadas.

As maiores taxas de desnutrição no país estão nas regiões Nordeste e Norte. O que pode ser explicado pelas condições econômicas e sociais dessas regiões.

A população do Nordeste é a que mais sofre com falta de higiene, saneamento básico, condições adequadas de moradia e de renda. Como a desnutrição está relacionada com os aspectos sociais, explica-se o fato dessa região ser a mais atingida pela desnutrição.

No Brasil, as mortes relacionadas à desnutrição atinge aproximadamente 20%. A Organização Mundial de Saúde recomenda que esse valor não ultrapasse os 5%.

Leia também:

Transtornos Alimentares
Obesidade
Anorexia

Lana Magalhães
Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.