Diabo da Tasmânia

Juliana Diana

O diabo-da-tasmânia (Sarcophilus harrisii) é um mamífero marsupial, nativo da ilha da Tasmânia que pertence à Austrália.

Também conhecido como demônio da Tasmânia, este animal é símbolo da ilha onde vive e se tornou popular ao ser inspiração de um personagem de desenho infantil.

Características do diabo da Tasmânia

diabo da tasmânia características
Diabo da Tasmânia

O diabo da Tasmânia pode ser considerado um animal que se assemelha fisicamente ao urso, porém, além da cauda, seu tamanho é próximo ao de um cachorro de porte médio, podendo atingir até 80 cm e pesar 12 kg. O tamanho e peso varia de acordo com a dieta e o habitat.

Possui pelos pretos e curtos em todo o corpo, sendo que a região do pescoço apresenta uma faixa branca. Sua cabeça é relativamente grande quando comparada ao seu corpo, com orelhas arredondadas e nariz afilado.

Habitat do diabo da Tasmânia

O diabo da Tasmânia tem origem em uma ilha de mesmo nome localizada na Oceania, pertencente ao território australiano.

Pode ser encontrado vivendo em áreas urbanas, porém seu local preferido são as florestas e bosques costeiros.

Registros indicam que este mamífero marsupial viveu há 3 mil anos atrás na parte continental da Austrália, porém foi extinto deste local.

Comportamento do diabo da Tasmânia

diabo da tasmânia comportamento
A agressividade do diabo da Tasmânia

O diabo da Tasmânia é conhecido por sua agressividade e instabilidade comportamental, principalmente quando está comendo.

As brigas entre animais da mesma espécie são comuns, e sempre com muitos gritos e grunhidos que parecem latidos.

São animais que andam sozinhos e possuem hábitos noturnos, podendo percorrer mais de 10 km em busca de alimento, principalmente. O momento em que se vê um grupo de diabo da Tasmânia unido é porque estão se alimentando da carcaça de outros animais, porém não se exclui a possibilidade de brigas e agressões.

Alimentação do diabo da Tasmânia

diabo da tasmânia alimentação
Diabo da Tasmânia carregando a carcaça de um animal para se alimentar

O diabo da Tasmânia é um animal carnívoro que se alimenta de diferentes espécies de pequeno porte como coelhos, cobras, larvas de insetos, ovos de pássaros e animais mortos. Em casos extremos em que não seja encontrada comida, eles comem até terra.

Seus dentes são afiados e sua mandíbula possui grande amplitude, que pode atingir até 120 graus e auxiliar a devorar sua presa. Além disso, possui muita força na mandíbula e os dentes molares que são capazes de esmagar os ossos de sua presa.

Para localizar o alimento, utilizam principalmente a visão, o olfato e os bigodes. Atualmente, ele é considerado o maior marsupial carnívoro.

Reprodução do diabo da Tasmânia

diabo da tasmânia reprodução
Diabo da Tasmânia fêmea e seu filhote

São animais que acasalam uma vez ao ano, sendo que cada ninhada apresenta entre 2 e 4 filhotes.

Por serem animais marsupiais o desenvolvimento do filhote ocorre dentro da bolsa abdominal da fêmea, o que ocorre por um período aproximado de até quatro meses. Após este período, eles são alocados em ninhos ou buracos feitos pela fêmea e, diante da necessidade de locomoção a mãe carrega nas costas.

Os filhotes amamentam até os oito meses de idade, após esse período começa a consumir outros animais.

Extinção do diabo da Tasmânia

O diabo da Tasmânia é um animal considerado ameaçado de extinção, principalmente por causa da diminuição cada vez maior do seu habitat.

Por volta do ano de 1940 a espécie foi protegida a fim de evitar sua extinção, ajudando na recuperação do número de animais, porém atualmente, o diabo da Tasmânia tem sofrido com o surgimento de uma doença cancerosa.

De acordo com pesquisadores, devido ao alto índice da doença, estima-se a perda entre 20 a 50% da população de diabos. Calcula-se, portanto, que se nenhuma ação for tomada o diabo da Tasmânia poderá ser extinto dentro dos próximos 15 a 25 anos.

Conheça também:

Curiosidades do diabo da Tasmânia

Conheça a seguir algumas curiosidades sobre o diabo da Tasmânia:

  • Ele recebe este nome pois acredita-se que seus grunhidos e gritos lembram um diabo gritando.
  • Esse mamífero ficou famoso com o personagem infantil Taz.
  • As fêmeas normalmente são maiores do que os machos.
  • Estima-se que o diabo da Tasmânia come o correspondente a cerca de 15% do peso de seu corpo diariamente.
  • Eles pertencem ao mesmo grupo os cangurus, os coalas e os gambás.
Juliana Diana
Juliana Diana
Licenciada em Ciências Biológicas pelas Faculdades Integradas de Ourinhos (FIO) em 2007. Pós-graduada em Informática na Educação pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) em 2010. Mestre em Gestão do Conhecimento pela UFSC em 2015.