Eletronegatividade


Eletronegatividade é uma propriedade periódica que indica a tendência do átomo para atrair elétrons. Ela acontece quando o átomo está numa ligação química covalente, ou seja, no compartilhamento de um ou mais pares de elétrons.

O que a determina é a capacidade do núcleo atômico para atrair elétrons vizinhos. A partir daí, segundo a Teoria de Octeto, são formadas moléculas estáveis.

A eletronegatividade é considerada a propriedade mais importante da tabela periódica. A sua importância decorre do fato de ela induzir o comportamento dos átomos, a partir do qual são formadas as moléculas.

As outras propriedades periódicas são:

Variação da Eletronegatividade na Tabela Periódica

Os elementos mais eletronegativos são os que se encontram do lado direito e na parte superior da tabela periódica.

À medida que os elementos se distanciam dessa posição, ou seja, quanto mais se dirijam para o lado esquerdo e para a parte inferior, menos eletronegativos eles são.

Eletronegatividade

O flúor (F) é o elemento químico mais eletronegativo. Embora ele não seja o elemento que está mais posicionado do lado direito da tabela, ele é o primeiro logo a seguir aos gases nobres.

Os gases nobres não fazem ligações químicas e, por esse motivo, a sua eletronegatividade é muito pouco significativa.

Enquanto isso, Césio (Cs) e Frâncio (Fr) são os elementos menos eletronegativos.

O inverso acontece quanto ao tamanho do raio atômico. Desta forma, pode-se dizer que quanto maior o raio atômico, menor a eletronegatividade de um elemento.

Leia também: Propriedades Periódicas.

O que é Eletropositividade?

Eletropositividade é a tendência que os átomos têm em ceder elétrons.

É também conhecida como caráter metálico pelo fato de os metais serem os elementos mais eletropositivos.

Na eletropositividade os elétrons são perdidos, o que faz com que a carga dos átomos fique positiva.

Na eletronegatividade, por sua vez, os elétrons são acrescidos aos átomos. Logo, sua carga fica negativa.

Continue sua pesquisa! Leia: