Física Quântica


Física Quântica, Teoria Quântica ou Mecânica Quântica são termos que indicam uma parte da física moderna que surgiu no século XX.

Ela compreende diversos fenômenos associados aos átomos, moléculas, partículas subatômicas e a quantização de energia.

Átomo

Estrutura do átomo

Muitas teorias foram sendo difundidas com o passar dos anos e algumas delas focam nos estudos da física quântica e da espiritualidade. No entanto, o maior foco são os estudos microscópicos.

Note que além da física, a química e a filosofia são áreas de conhecimento que se beneficiaram das contribuições teóricas da física quântica.

Principais Pensadores

Os principais teóricos que contribuíram para o crescimento e consolidação dessa área foram Planck, Einstein, Rutherford, Bohr, Schrodinger e Heisenberg.

Planck

Planck

O físico alemão Max Planck (1858-1947) é considerado o “pai da física quântica”. Essa denominação corrobora suas contribuições na área da teoria quântica. Graças a ele, essa área foi criada e consolidada por outros teóricos.

Seu maior foco foram os estudos das radiações eletromagnéticas. Assim, ele criou uma das mais importantes constantes da física quântica, denominada de Constante de Planck.

Com um valor de 6,63 . 10-34 J.s, ela é usada para indicar a energia e a frequência das radiações eletromagnéticas. Essa constante determina a energia de um fóton, mediante a equação: E = h .v.

Leia também:

Einstein

Einstein

Albert Einstein (1879-1955) foi um físico alemão. Ao lado de Planck, ele representa um dos principais físicos teóricos na área da teoria quântica.

Merecem destaque seus trabalhos relacionados com a teoria da relatividade.

Essa teoria enfoca nos conceitos de massa e energia sendo expressa pela equação: E = mc2.

Para Einstein, o universo está em constante expansão. Ao estudar as Leis de Newton, o cientista pode encontrar lacunas.

Assim, seus estudos sobre o espaço e o tempo foram essenciais para construir a visão moderna da realidade no campo da Física.

Em 1921 Einstein recebeu o Prêmio Nobel de Física, por conta dos estudos sobre física teórica e o efeito fotoelétrico.

Rutherford

Rutherford

Rutherford (1871-1937) foi um físico neozelandês que contribuiu com o avanço da física quântica.

Sua principal teoria está relacionada com a radioatividade, mais precisamente com a descoberta dos raios alfa e beta.

Diante disso, Rutherford revolucionou a teoria atômica sendo que seu modelo é utilizado até os dias de hoje.

Isso porque ele identificou o núcleo e as partículas atômicas denominadas prótons e elétrons, bem como sua posição no átomo.

Esse modelo corresponde ao sistema planetário, onde os elétrons se movem em órbitas elípticas.

Leia também: Modelo Atômico de Rutherford.

Bohr

Niels Bohr

O físico dinamarquês Niels Bohr (1885-1962) foi responsável por preencher a lacuna encontrada no modelo proposto por Rutherford.

Assim, seus trabalhos sobre a teoria atômica contribuíram para a definição correta desse sistema, bem como para os estudos da física quântica.

Segundo o modelo de Rutherford, com a aceleração das partículas atômicas, o elétron poderia perder energia e cair no núcleo. No entanto, isso não acontece.

Para Bohr, quando a eletricidade passa através do átomo, o elétron pula para a órbita maior e seguinte, voltando depois à sua órbita usual.

Com essa nova descoberta Bohr também propôs uma teoria atômica e por esse motivo, é chamado de Modelo Atômico de Rutherford-Bohr.

Em 1922 Niels Bohr recebeu o Prêmio Nobel de Física por seus estudos dos átomos e radiação realizados.

Leia também:

Schrodinger

Schrodinger

Erwin Schrodinger (1887-1961) foi um físico austríaco. A partir de experiências na área ele criou uma equação que ficou conhecida como equação de Schrödinger. Nela, o cientista pode perceber as mudanças dos estados quânticos num sistema físico.

Além disso, propôs uma experiência mental imaginária denominada de “Gato de Schrödinger”. Nessa teoria, um gato é colocado numa caixa com um pote de veneno junto. Pela física quântica, ele estaria vivo e morto ao mesmo tempo.

Diante disso, o cientista quis mostrar por meio desse experimento o comportamento das partículas subatômicas numa situação cotidiana.

Segundo ele: “Isso previne-nos de tão ingenuamente aceitarmos como válido um "modelo impreciso" para representar a realidade. Em si mesma esta pode não incorporar nada de obscuro ou contraditório.”

Em 1933, Erwin Schrodinger recebeu o Prêmio Nobel de Física por conta de suas descobertas sobre a teoria atômica.

Heisenberg

Werner Heisenberg

Werner Heisenberg (1901-1976) foi um físico alemão responsável pela criação de um modelo quântico para o átomo.

Seus estudos foram essenciais para a evolução da área da mecânica quântica. Desenvolveu teorias relacionadas com os átomos, raios cósmicos e partículas subatômicas.

Em 1927 Heisenberg propôs o "Princípio da Incerteza", também chamado de "Princípio de Heisenberg".

Segundo esse modelo, ele concluiu que é impossível mensurar a velocidade e a posição de uma partícula.

Em 1932 Heisenberg recebeu o Prêmio Nobel de Física pela criação da mecânica quântica.

Física Quântica e Espiritualidade

Embora no mundo científico a união da física quântica e o espiritualismo não seja muito bem vista, há alguns pesquisadores que têm pensado sobre o tema. A relação existente é entre os fenômenos quânticos e a espiritualidade.

Com esse novo enfoque sobre o mundo microscópico, a física quântica chamou a atenção de espiritualistas para a existência de microcosmo onde reinam diversas energias.

Aliado a isso, estudos psicológicos e filosóficos foram essenciais para balizar tais teorias. No entanto, elas são baseadas em especulações, sendo que nada ainda foi comprovado.

Portanto, para cientistas da física quântica os estudiosos do tema trabalham com uma pseudociência.

Esse misticismo aliado aos estudos quânticos foram explorados por diversos autores dos quais se destacam:

Deepak Chopra: médico indiano e professor de ayurveda, espiritualidade e medicina corpo–mente. Realiza trabalhos de medicina alternativa.

Amit Goswami: físico indiano, professor e estudioso no campo da parapsicologia. Sua linha de pensamento é chamada de "misticismo quântico".

Fritjof Capra: físico austríaco conhecido pela sua obra "O Tao da Física" onde ele apresenta relações acerca da física quântica e o pensamento filosófico.

Leia também: