Flora do Brasil


A Flora do Brasil é considerada a mais rica em biodiversidade em todo o mundo e seu valor científico é inquestionável. Desde os descobrimentos, ela deslumbrou os europeus, os quais passaram a cobiçá-la intensamente pelo seu valor econômico.

O clima favorável permitiu o desenvolvimento de um grande número de espécies pelo território nacional, onde cada região determinou suas próprias espécies vegetais específicas.

De toda forma, predominam as vegetações florestais e as litorâneas, bem como as vegetações arbustivas e herbáceas, das quais se destacam Savana, a Caatinga e Campanha Gaúcha, a Floresta Amazônica e a Mata Atlântica e as áreas de vegetação de Restinga e Manguezal.

No território brasileiro é possível encontrar de 45 a 55 mil espécies, das quais 32.348 são Angiospermas e 30 Gimnospermas, 4926 Fungos, 4542 Algas, 1530 são Briófitas, 1233 Samambaias; sem mencionar que existem inúmeras espécies vegetais nativas ainda não catalogadas e devidamente estudadas.

Toda essa biodiversidade é também um valor econômico essencial, visto que a flora seja fonte de matérias primas dos laboratórios de farmacêuticos, das fábricas de inseticidas e papel, de vestuário, da construção civil e, principalmente, da indústria de móveis, na qual o emprego de madeiras de lei, como mogno, imbuia, jacarandá, jatobá, tem levado muitas espécies vegetais ao "Livro Vermelho da Flora do Brasil", documento que contém as espécies de plantas em risco de extinção no país; já são 4.617 espécies ameaçadas.

Os Biomas e a Flora Brasileira

É de conhecimento geral a variedade da flora brasileira. Isso se deve ao fato de que existem diversos ecossistemas no Brasil, determinados pelo clima e cada um com sua flora específica.

Portanto, apesar das proporções continentais, algumas regiões se destacam, a saber: a Amazônia, onde a vegetação predominantemente é ombrófila, a qual cresce livremente sob árvores enormes como a seringueira. Já no centro-oeste, as vegetações do tipo savana são pontilhadas com jacarandás.

Na caatinga, os cactos, cecrópia e algumas acácias farão a paisagem. No Planalto Meridional, a mata dos pinheiros é intercalada por campos, até chegar na Mata Atlântica, onde a mata densa compartilha seu espaço com o pau-brasil e as bromélias; por fim, nos litorais, a restingas e os manguezais são a vegetação predominante, com seus o capim-da-areia e grama-da-praia.

Leia também sobre:

Algumas Plantas da Flora Brasileira

Muitas são as espécies vegetais brasileiras; destas, destacam-se as Carinianas, a Andiroba e a Floresta de Várzea na região amazônica; o Algodão-bravo, a Dormideira e a Carnaúba na Caatinga; os Araçás, Buchenávias e Jabuticabas na Mata Atlântica; e as endêmicas em todo o Brasil, como os Bambus, as Connarus, as Roureas e as Bernardinias.