Leucócitos


Leucócitos ou glóbulos brancos são células sanguíneas produzidas na medula óssea e nos linfonodos.

Atuam na defesa do organismo, destroem os agentes estranhos, como as bactérias, os vírus e as substâncias tóxicas que atacam o nosso corpo e causam infecções e outras doenças.

Os leucócitos constituem o principal agente do sistema imunológico do nosso corpo. Estão presentes em um adulto em quantidades que variam de 5 ml a 10 ml por milímetro cúbico de sangue.

Leia mais sobre o Sistema Imunológico.

Formas de atuação dos leucócitos

Os leucócitos atuam na defesa do organismo de dois modos:

  • Fagocitose - nesse processo, as células sanguíneas de defesa englobam, digerem e destroem os microrganismos invasores.
  • Produção de anticorpos - os anticorpos, proteínas especiais, neutralizam a ação das substâncias tóxicas produzidas pelos seres invasores ou presentes em alimentos e substâncias diversas.

O pus que geralmente se acumula no local de um machucado é formado pelo conjunto de leucócitos, de microrganismos mortos, e também do líquido que sai dos capilares nos pontos infectados.

Características dos Leucócitos

Os leucócitos são maiores que as hemácias (glóbulos vermelhos), no entanto a quantidade deles no sangue é bem menor.

Em doenças infecciosas, como pneumonia e meningite a contagem de glóbulos brancos no sangue costuma aumentar (leucocitose).

Em certas infecções virais, como o sarampo, a contagem de glóbulo branco no sangue pode diminuir (leucopenia).

Leia também sobre Leucemia.

Tipos de Leucócitos

Leucócitos

No sangue, há vários tipos de leucócitos, de diferentes formatos, tamanhos, formas de núcleos e funções:

  • Neutrófilos - são ativos e numerosos (55% a 65%). Em geral morrem ao fagocitarem bactérias. São chamados de piócitos ou corpúsculos de pus.
  • Eosinófilos - são comuns na mucosa intestinal (2% a 4%). Seu número aumenta muito no sangue em processos alérgicos.
  • Basófilos - são os menos numerosos (1% a 2%) e produzem heparina (anticoagulante) e histamina (substância vasodilatadora liberada nos estados alérgicos.
  • Linfócitos - são ativos (25% a 35%) nas reações a antígenos, relacionando-se à produção de anticorpos. Participam também dos mecanismos de rejeição de enxertos, sendo chamadas de células de rejeição.
  • Monócitos - são leucócitos grandes, de intensa atividade fagocitária (3% a 5%). Podem concentrar-se em maior número em regiões de focos infecciosos.

Saiba mais sobre o Vírus e as Bactérias.