Maneirismo

O “Maneirismo” representa um estilo artístico que surgiu na Itália no século XVI, no período entre a Renascença e o Barroco (1520 a 1600).

Nesse período, a Europa passava por diversas transformações políticas, econômicas e culturais, tal qual o Renascimento e a Contrarreforma.

Isso fez surgir uma nova estética que fugia dos moldes tradicionais e que se espalhou rapidamente por toda a Europa.

Maneirismo
Arquitetura Maneirista: Palácio de Fontainebleau, França

Esse movimento artístico utilizou da arquitetura, escultura, artes plásticas, música e literatura, para apresentar uma arte mais perturbadora, exagerada e sofisticada.

Além disso, os artistas do maneirismo buscavam se afastar dos moldes renascentistas (cânones clássicos), inaugurados por figuras da alta renascença como Leonardo da Vinci, Michelangelo e Rafael Sanzio.

O termo “maneirismo” advém do italiano “maneira” que significa “maneira”, ao referir-se ao estilo próprio de cada artista. O termo foi popularizado e utilizado pela primeira vez pelo artista italiano Giorgio Vasari, como sinônimo de leveza e sofisticação.

Para muitos historiadores da arte, o maneirismo representou um momento de transição entre a Alta Renascença e o Barroco, enquanto outros acreditam ser uma escola artística independente.

Alguns estudiosos consideram o maneirismo um período de decadência das artes, o qual fora muito criticado na época.

Principais características do Maneirismo

  • Sofisticação da arte
  • Estilização exagerada, oblíqua e assimétrica
  • Uso de Espirais, proporções, volumes e perspectivas intrigantes
  • Capricho nos detalhes (arte de labirintos)
  • Contrastes de sombra e luz
  • Figuras alongadas, deformadas e/ou distorcidas
  • Fortes combinações de cores
  • Composições ambíguas, tensas, dramáticas, bizarras, perturbadoras
  • Aproximação com o Barroco e o Realismo
  • Ruptura com modelos clássicos (Estilo anti-renascentista)

Principais artistas do maneirismo

  • Jacopo Robusti “Tintoretto” (1518-1594): pintor italiano
  • El Greco (1541-1614): pintor, escultor e arquiteto grego
  • Giorgio Vassari (1511 - 1574): pintor e arquiteto italiano
  • Giovan Battista di Jacopo “Rosso Fiorentino” (1494-1540): pintor italiano
  • Jacopo Carucci “Jacobo Pontormo” (1494-1557): pintor italiano
  • Benvenuto Cellini (1500-1571): escultor e escritor italiano
  • Jean Boulogne “Giovanni da Bologna” (1529-1608): escultor franco-italiano
  • Giulio Pippi “Giulio Romano” (1492-1546): arquiteto e pintor italiano
  • Andrea Palladio (1508-1580): arquiteto italiano
  • Girolamo Francesco Maria Mazzola “Parmigiano” (1503-1540): pintor italiano
  • Hans von Aachen (1552 - 1615): pintor alemão
  • Bartholomeus Spranger (1546-1611): pintor flamengo

Você também pode se interessar: