Metonímia

Márcia Fernandes
Márcia Fernandes
Professora licenciada em Letras

A metonímia é uma figura de linguagem em que se utiliza um termo no lugar de outro. Uma das metonímias mais comuns é quando usamos a parte de uma coisa para fazer referência a ela de forma completa.

Por exemplo: Depois de me formar, quero ter meu próprio teto.

Neste caso, o termo teto", que é uma parte de uma casa, é utilizada no lugar da palavra "casa". Costumamos dizer que este tipo de metonímia é aquele que substitui a parte pelo todo.

Do grego, a palavra "metonímia" (metonymía) é constituída pelos termos “meta” (mudança) e “onoma” (nome), que literalmente significa “mudança de nome”.

Exemplos de metonímia de vários tipos

Parte pelo todo: Ele possuía inúmeras cabeças de gado.
(a palavra "cabeças" se refere a bois inteiros, e não apenas "cabeças" de bois")

Causa pelo efeito: Consegui comprar a televisão com meu suor.
(a palavra "suor" se refere à palavra "trabalho")

Autor pela obra: Muitas vezes, li Camões.
("Camões" se refere à obra literária desse autor, ou seja: Muitas vezes, li os livros de Camões)

Inventor pelo Invento: Por que esperar? Pegue no seu Graham Bell e fale já com ela!
(o inventor do telefone - Graham Bell - foi usado no lugar da sua invenção)

Marca pelo produto: Meu pai adora tomar Nescau com leite.
(a marca Nescau se refere a chocolate em pó)

Matéria pelo objeto: Passou a vida atrás do vil metal.
(o material "metal" se refere ao dinheiro)

Singular pelo plural: O cidadão foi às ruas lutar pelos seus direitos.
(a palavra "cidadão", que está no singular, se refere a vários cidadãos)

Concreto pelo abstrato: Natália, a melhor aluna da classe, tem ótima cabeça.
(a palavra "cabeça", que é um substantivo concreto, se refere à palavra "inteligência", que é um substantivo abstrato).

Continente pelo conteúdo: Quero um copo d’água.
(a palavra "copo d´água" se refere a um copo COM água)

Gênero pela espécie: Os homens cometeram barbaridades.
(a palavra "homens" foi usada no lugar da palavra "humanidade")

Diferença entre metonímia e metáfora

A diferença entre a metonímia e metáfora é que a metonímia utiliza um termo por outro pela relação de proximidade entre eles, enquanto a metáfora faz uma comparação entre dois termos.

Exemplo de metonímia: Comprei Maisena para fazer o bolo.
Neste caso, a palavra "maisena", que é uma marca, está sendo utilizada no lugar do produto, que é o amido de milho. Este é o tipo de metonímia que substitui a marca pelo produto.

Exemplo de metáfora: Margarida é uma gata.
Neste caso, a beleza de Margarida está sendo comparada com a beleza de uma gata.

A metonímia e a metáfora são figuras de linguagem. As figuras e linguagem são recursos de estilo usados para dar ênfase aos discursos.

Para saber mais, leia também:

Atualizado em
Márcia Fernandes
Márcia Fernandes
Professora, pesquisadora, produtora e gestora de conteúdos on-line. Licenciada em Letras pela Universidade Católica de Santos.