Personificação

Daniela Diana

A personificação, também chamada de prosopopeia ou animismo, é uma figura de linguagem, mais precisamente, uma figura de pensamento muito utilizada nos textos literários.

Ela está diretamente relacionada com o significado (campo semântico) das palavras e corresponde ao efeito de “personificar”, ou seja, dar vida aos seres inanimados.

A personificação é utilizada para atribuir sensações, sentimentos, comportamentos, características e/ou qualidades essencialmente humanas (seres animados) aos objetos inanimados ou seres irracionais, por exemplo:

O dia acordou feliz.

Segundo o exemplo, a característica de “acordar feliz” é uma característica humana, que, nesse caso, está atribuída ao dia (substantivo inanimado).

Note que a personificação pode também atribuir qualidades de seres animados a outros seres animados, por exemplo:

A cachorro sorriu para o dono.

Exemplos de Personificação

Segue abaixo alguns exemplos em que a personificação é empregada:

  1. O dia acordou feliz e o sol sorria para mim.
  2. O vento assobiava esta manhã em que o céu chorava.
  3. Naquela noite, a lua beijava o céu.
  4. Após a erupção do vulcão, o fogo dançava por entre as casas.

Nos exemplos acima, nota-se a utilização da personificação, na medida em que características de seres animados (que possuem alma, vida) são atribuídas aos seres inanimados (sem vida).

Note que os verbos ligados os substantivos inanimados (dia, sol, vento, fogo e lua) são características dos seres humanos: acordar, sorrir, assobiar, chorar e beijar.

Figuras de Linguagem

As figuras de linguagem são recursos estilísticos muito utilizadas nos textos literários, de modo que o enunciador (emissor, autor) pretende dar mais ênfase ao seu discurso.

Assim, ele emprega as palavras no sentido conotativo, ou seja, no sentido figurado, em detrimento do sentido real atribuído à palavra, o sentido denotativo.

As figuras de linguagem são classificadas em:

  • Figuras de Palavras: metáfora, metonímia, comparação, catacrese, sinestesia e antonomásia.
  • Figuras de Pensamento: ironia, antítese, paradoxo, eufemismo, litote, hipérbole, gradação, personificação e apóstrofe.
  • Figuras de Sintaxe: elipse, zeugma, silepse, assíndeto, polissíndeto, anáfora, pleonasmo, anacoluto e hipérbato.
  • Figuras de Som: aliteração, assonância, onomatopeia e paranomásia.

Curiosidade

A palavra personificação, derivada do verbo personificar, possui origem latina. Ela é formada pelos termos “persona” (pessoa, face, máscara) e o sufixo "–ção", que denota ação. Ou seja, significa, ao pé da letra, uma "pessoa mascarada".

Da mesma maneira, a palavra prosopopeia, derivada do grego, é formada pelos termos “prosopon” (pessoa, face, máscara) e “poeio” (finjo). Ou seja, ela significa "pessoa que finge".

Daniela Diana
Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.