Eufemismo


O Eufemismo é uma figura de pensamento, que corresponde a um dos subgrupos das figuras de linguagem, a qual está intimamente relacionada ao significado das palavras. Do grego, a palavra “euphémein” é formada pelo termo “pheme” (palavra) e o prefixo "eu-" (bom, agradável), que significa “pronunciar palavras agradáveis”.

Sendo assim, o eufemismo é um recurso estilístico muito utilizado na linguagem coloquial bem como nos textos literários com o intuito de atenuar ou suavizar o sentido das palavras, substituindo assim, os termos contidos no discurso, embora o sentido essencial permanece, por exemplo: Ele deixou esse mundo. (nesse caso, a expressão “deixou esse mundo”, ameniza o discurso real: ele morreu.)

Dessa forma, esse recurso é utilizado muitas vezes pelo emissor do discurso, para que o receptor não se ofenda com a mensagem triste ou desagradável que será enunciada. No entanto, há expressões em que notamos a presença do eufemismo, com um tom irônico, por exemplo: Ela vestiu o paletó de madeira, frase indicando a morte da pessoa, de forma que a expressão “paletó de madeira” faz referência ao objeto “caixão, ataúde, urna funerária”.

Note que o eufemismo se opõe a figura de pensamento denominada hipérbole, visto que ela é baseada no exagero intencional do enunciador do discurso. Em outras palavras, enquanto o eufemismo suaviza as expressões, a principal função da hipérbole é intensificar ou aumentar o sentido das palavras.

Figuras de Linguagem

As figuras de linguagem são recursos estilísticos os quais possuem o objetivo principal de proporcionar maior expressividade ao discurso enunciado. Para tanto, as palavras são conduzidas de seu sentido denotativo (real e objetivo), para o universo conotativo (virtual e subjetivo).

Curioso notar que as figuras de linguagem fazem parte das nossas vidas, posto que as utilizamos cotidianamente nos discursos, seja com amigos, colegas ou familiares. De acordo com os tipos de recursos bem como a finalidade do emissor da mensagem, elas são classificadas em:

Para ampliar seus conhecimentos sobre o tema, acesse o link: Figuras de Linguagem

Exemplos de Eufemismo

Segue abaixo alguns exemplos em que o eufemismo é utilizado para abrandar o conteúdo da mensagem do discurso, recurso muito empregado na linguagem popular:

  • Ele saiu do acampamento, para fazer suas necessidades. (a expressão faz referência às necessidades humanas de urinar ou defecar)
  • Fabrício foi morar no reino de Deus. (o local indicado “reino de Deus”, faz referência ao plano espiritual, confirmando assim, a morte da pessoa)
  • Luara fechou os olhos para sempre. (a expressão indicada corrobora a morte da pessoa, posto que só fechamos os olhos para sempre, somente quando morremos)
  • Ficou fora do concurso de modelos, pois era desprovido de beleza. (a expressão é substituída para suavizar o termo “feia”)
  • Sabrina ficou “P” da vida com a notícia. (a letra “P” nesse caso, indica que a pessoa não quis mencionar o palavrão para atenuar a notícia, que faz referência à expressão “puta da vida”, ou seja, nervosa)
  • Mariana faltou com a verdade. (para não dizer que ela foi mentirosa, é empregado a expressão em destaque)
  • Os deficientes visuais participaram do evento. (a expressão utilizada substitui a palavra “cego”, que pode gerar certo incômodo no receptor da mensagem)
  • Pessoas com necessidades especiais devem entrar pela porta direita. (indica que as pessoas que apresentam algum tipo de deficiência, seja visual , auditiva, mental ou mecânica, devem utilizar outra porta)
  • A garota de programa foi contratada para animar a festa. (o termo suaviza a expressão “prostituta”)
  • Após o evento, João foi convidado a se retirar da escola. (ao invés de dizer que ele foi expulso, é comum utilizar o eufemismo nesse caso, para amenizar a expressão)