Muralismo Mexicano


Muralismo é o tipo de arte que tem como suporte paredes e painéis permanentes. Assim, está particularmente ligado à arquitetura.

Também conhecido como pintura mural ou arte mural, o muralismo propicia uma relação de proximidade com o público. Isso acontece na medida em que suas obras são encontradas nas ruas e exploram problemas sociais, bem como temas históricos.

A arte muralista desempenha um papel social bastante forte, já que ela se aproveita da exposição pública para manifestar-se de forma crítica.

Marcando forte presença no México, onde surgiu esse movimento artístico, as primeiras manifestações do que viria a se tornar o muralismo são as pinturas rupestres.

Pode-se dizer que o Muralismo é uma arte mexicana que surgiu na primeira metade do século XX no México.

É nessa altura também que tem início a Revolução Mexicana (1910), momento histórico que inspirou os artistas a expressar seus pensamentos críticos.

Por isso, essa manifestação artística revela muito do que se vivia no México. Era um momento em que, sem dúvida, o povo carregava um sentimento forte de compromisso libertário.

Para entender a gravidade desse acontecimento, leia Revolução Mexicana.

Em 1920, após assumir o cargo de Secretário da Educação, Vasconcelos Calderon propôs a construção de murais. O objetivo era que eles retratassem a história do México e promovessem o nacionalismo.

Muralistas mexicanos

Para dar andamento ao seu projeto de arte, Vasconcelos Calderon convidou três artistas. Eles eram Diego Rivera (1886-1957), David Alfaro Siqueiros (1896-1974) e José Clemente Orozco (1883-1949).

Pelo fato de terem sido os impulsionadores do movimento muralista, ficaram conhecidos como “os três grandes”.

O maior representante dessa arte é Diego Rivera (1886-1957), artista que promoveu a popularidade do Muralismo.

Isso aconteceu em virtude do sucesso dos murais gigantescos pintados pelo artista. Seus murais podem ser vistos nos Estados Unidos, na Polônia e na China.

Sonho de uma tarde dominical na Alameda, Diego Rivera (1947-48)
Sonho de uma tarde dominical na Alameda, Diego Rivera (1947-48)
Visão política do povo mexicano também conhecido como A distribuição de armas, Diego Rivera (1928)
Visão política do povo mexicano também conhecido como A distribuição de armas, Diego Rivera (1928)
Do Porfirismo à Revolução, David Alfaro Siqueiros (1954)
Do Porfirismo à Revolução, David Alfaro Siqueiros (1954)
Prometeu, José Clemente Orozco (1930)
Prometeu, José Clemente Orozco (1930)

Muralismo brasileiro

No Brasil, Cândido Portinari (1903-1962) é o artista que se destaca na arte mural. O muralismo brasileiro, no entanto, apresenta características bastante distintas do muralismo mexicano.

Isso leva em conta principalmente as circunstâncias de como a arte surgiu entre os mexicanos, bem como com o seu objetivo.

No caso de Portinari, sua obra também reflete preocupação com os aspectos sociais. Apesar disso, em termos estéticos, o artista apresenta características de um estilo muito particular.

Desbravamento de Mata, Cândido Portinari (1941)
Desbravamento de Mata, Cândido Portinari (1941)

Leia Arte Rupestre.