Nêutron


Nêutron (n) é uma pequena partícula que constitui o núcleo do átomo. Não tem carga e é formada por partículas ainda menores, as quais recebem o nome de quarks. O nêutron, ou neutrão (em português europeu), é formado por dois quarks down e um quark up.

Junto com os prótons (p+), que têm carga positiva, os nêutrons formam o centro do átomo, o seu núcleo. Isso apenas não acontece com o hidrogênio, cujo núcleo é formado por apenas um próton.

Pelo fato de formar o núcleo do átomo, nêutrons e prótons são chamados de núcleons. É a carga positiva de um e a carga neutra do outro que propiciam a estabilidade atômica.

Assim, a divisão do núcleo do átomo gera instabilidade e faz com que ele parta-se em dois. Tem origem uma reação em cadeia chamada Fissão Nuclear, processo que é utilizado no funcionamento das bombas nucleares.

Os elétrons (e-), cujas cargas são negativas, localizam-se na eletrosfera, no exterior do átomo e têm uma massa quase insignificante.

Nêutron

Como Calcular?

A soma de nêutrons (n) e de prótons (p+), que é bastante semelhante, resulta no número da massa atômica (A), ou seja:

A = p+ + n

Daí decorre que o número da massa (A) menos o número atômico (Z) equivale ao número de nêutrons presentes em um átomo, o que significa:

n = A - Z

Isso porque o número de prótons determina o número atômico.

Os elementos que têm o mesmo número de nêutrons são chamados de isótonos. Os isótonos têm número de massa e número atômico diferentes.

Saiba mais em Isótopos, Isóbaros e Isótonos.

Nêutrons podem se decompor em prótons e em elétrons. Isso decorre do decaimento Beta (β), o que faz o nêutron se desintegrar. A emissão de Beta reduz o nêutron e dá origem a um próton.

Descoberta do Nêutron

O nêutron foi descoberto em 1932. A existência dessa partícula já havia sido sugerida por Ernest Rutherford (1871-19374) na década de 20, mas foi o cientista inglês James Chadwick (1891-1974) que a comprovou quando estava estudando a radioatividade.