Santa Aliança

A Santa Aliança foi um acordo militar realizado em 1815 entre as grandes potências monárquicas europeias Áustria, Prússia, Grã-Bretanha e Rússia, após o Congresso de Viena.

Resumo

O tratado da Santa Aliança foi assinado no dia 26 de setembro de 1815, em Paris.

A proposta da formação partiu do czar da Rússia Alexandre I. No cerne do acordo estavam a manutenção e propagação dos "ideais da Justiça e da fé cristã".

Os princípios religiosos que embasaram o tratado escondiam a intensão dos monarcas de manter o absolutismo como filosofia de Estado. O absolutismo era o sistema de poder dominante na Europa.

Objetivos

Os objetivos eram, também, reprimir os movimentos liberais que arriscassem o equilíbrio europeu, a política de restauração e a legitimidade europeia.

O pacto foi assinado pela Áustria, Prússia, Grã-Bretanha e Rússia. A França aderiu aos princípios do acordo militar em 1818.

Entre as principais ações da Santa Aliança estiveram:

  • 1819 – sufocamento da ação de rebeldes que tentaram a Alemanha
  • 1821 e 1822 – envio de tropas para Nápoles e Espanha com objetivo de combater os liberais que lutavam contra o absolutismo monárquico
  • Planejamento de ações militares para a retomada das colônias americanas e restaurar o antigo processo de colonialismo

Fim da Santa Aliança

Os lucros obtidos pela Grã-Bretanha com o comércio com as Américas foi o principal entrave à Santa Aliança.

As ações intervencionistas nas Américas iriam ferir os acordos já firmados com a Inglaterra, que se retirou da aliança.

O fortalecimento dos Estados Unidos também desmotivou a continuidade da ação intervencionista militar na América. Em 1823 foi proclamada a Doutrina Monroe, cujo lema era "América para os americanos".

O cerne da doutrina, encabeçada pelos Estados Unidos, era impedir intervenção de nações europeias nos países americanos sob a condição de embate militar.

Os intentos da Santa Aliança também foram sufocados dentro da própria Europa, com a substituição do absolutismo pelo parlamentarismo em diversos países.

Congresso de Viena

O Congresso de Viena tinha como finalidade principal restaurar o Antigo Regime. Também visava legitimar antigas dinastias e recuperar o equilíbrio europeu após a Revolução Francesa.

Quer saber mais? Consulte:

Atualizado em