Útero

Lana Magalhães

O útero é um órgão do sistema reprodutor feminino, responsável pela menstruação, gravidez e parto.

O útero é um órgão musculoso, oco e em formato de pera invertida. É no útero que o embrião instala-se e desenvolve-se até a hora do nascimento.

O útero localiza-se na cavidade pélvica, atrás da bexiga urinária e anteriormente ao reto. A porção superior lateral liga-se com as tubas uterinas, uma em cada lado. A porção inferior liga-se com a vagina.

O tamanho do útero varia de acordo com a idade, número de filhos e condições fisiológicas e hormonais da mulher.

Partes e Camadas do Útero

Anatomicamente, no útero podem ser identificadas três partes: corpo, istmo e colo.

  • Corpo do útero é a porção principal, a sua região superior é chamada de fundo do útero.
  • Istmo é um pequeno segmento estreito situado entre o colo e o corpo do útero.
  • Colo do útero ou cérvix é a porção mais estreita que faz ligação com a vagina.

Quanto à histologia, o útero é revestido por três camadas de tecidos, denominadas de: perimétrio, miométrio e endométrio.

  • Perimétrio é a camada mais externa, constituída por tecido conjuntivo.
  • Miométrio é camada intermediária, constituída de musculatura lisa. O miométrio possibilita as contrações no momento do parto. Durante a gestação as fibras lisas aumentam de número e tamanho.
  • Endométrio é a camada mais interna formada de tecido epitelial altamente vascularizado. Ele reveste toda a cavidade uterina.

Útero

O endométrio é responsável por alojar o embrião na parede do útero e irá nutri-lo durante o início da gestação, até a formação da placenta.

A menstruação consiste na descamação do endométrio, caracterizada por um período de sangramento. A menstruação ocorre porque não houve fecundação e a camada do endométrio é descamada e expelida.

Saiba mais sobre a Menstruação.

Funções do Útero

O útero tem como função abrigar o feto desde a fixação no endométrio até o nascimento do bebê. Para isso, o útero sofre diversas modificações durante o período da gravidez.

As mudanças mais significativas são o aumento de vasos sanguíneos e a expansão do útero. Ao final do período da gestação, o útero ocupa grande parte do espaço abdominal.

Além disso, durante a gravidez, o colo do útero é fechado por uma membrana, o que evita a contaminação do feto por agentes estranhos, como bactérias.

Saiba mais, leia também:

Lana Magalhães
Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.