Menstruação

Lana Magalhães

A menstruação é a descamação cíclica do endométrio, a camada mais interna do útero, caracterizada por um sangramento com duração de 3 a 7 dias.

Ela ocorre todos os meses e representa parte do ciclo reprodutivo da mulher, pois é quando o útero se prepara para receber o bebê, no caso de uma gravidez.

Se não houver fecundação, tudo o que foi preparado no útero para acolher o feto se desfaz e é eliminado através da menstruação.

A primeira menstruação é chamada de menarca. Ela marca o início dos ciclos menstruais, os anos férteis da vida mulher e se iniciam por volta dos 11 aos 15 anos de idade. A última menstruação é a menopausa, encerrando o ciclo reprodutivo da mulher.

Ciclo Menstrual

ciclo menstrual
Ciclo menstrual

O ciclo menstrual se renova a cada mês, durando cerca de 28 dias e representa as interações de hormônios produzidos na hipófise (FSH e LH) com os hormônios ovarianos estrógeno e progesterona.

O ciclo menstrual pode ser dividido em três momentos: o pré-menstrual, o menstrual e o pós-menstrual.

O pré-menstrual é quando as células foliculares, durante o desenvolvimento folicular, secretam estrógeno. Ele tem como objetivo estimular o amadurecimento dos óvulos e auxiliar no processo de tornar o endométrio mais espesso, promovendo assim a proliferação das células do endométrio.

Além desse processo, o estrógeno ainda estimula a liberação do hormônio LH pela hipófise. O hormônio LH é responsável por regular a secreção de progesterona e controlar o amadurecimento dos folículos, que por sua vez, provoca a ruptura do folículo maduro, estimulando a ovulação.

O óvulo, capturado pelas fímbrias da tuba uterina, permanece viável por aproximadamente 30 horas, que é o período fértil da mulher.

O momento menstrual do ciclo ocorre após o rompimento do folículo e sob ação do hormônio LH, quando as células foliculares dão origem ao corpo lúteo, o qual passa a produzir doses crescentes do hormônio progesterona.

A progesterona é que estimula o crescimento do endométrio, promovendo a sua vascularização e deixando o endométrio preparado para receber o embrião.

Começa então a haver uma inibição da produção de FSH e LH pela hipófise, devido à progesterona produzida pelo corpo lúteo. A ação do hormônio FSH é muito importante, pois ele estimula o desenvolvimento de um folículo ovariano, que é conjunto de células com um ovócito primário em seu interior.

Com a queda do hormônio LH, o corpo lúteo regride e se transforma em corpo albicans, que é inativo. Isso leva a uma redução da taxa de progesterona e estrógeno. Sem esses hormônios, o endométrio não se mantém e sua camada mais superficial se descama, dando origem à menstruação.

A diminuição da taxa de estrógeno e progesterona faz com que a hipófise passe a secretar mais FSH e um novo folículo entra em desenvolvimento. Assim, recomeça um novo ciclo menstrual.

Saiba mais sobre:

Fases da menstruação

fases do período menstrual
Fases da menstruação

O ciclo menstrual apresenta duas fases que se separam pela ovulação. A primeira fase está relacionada ao crescimento de um novo folículo e no espessamentos gradual do endométrio. Já a segunda, ocorre após a ovulação, que é quando o endométrio torna-se receptivo para um possível embrião.

Fase folicular

Fase folicular
Fase folicular

A fase folicular representa a primeira fase do ciclo menstrual e tem início no primeiro dia da menstruação. O tempo médio de duração da fase folicular é entre 12 e 14 dias.

O objetivo desta fase é aumentar a produção do hormônio FSH, para que assim, os ovários levem ao amadurecimento dos óvulos.

As mudanças que ocorrem no organismo durante esta fase podem causar cólicas e fraqueza.

Fase ovulatória

Fase ovulatória
Fase ovulatória

A fase ovulatória é o momento que os níveis de estrogênio tendem a aumentar gradativamente, estimulando a produção do hormônio LH. É ele quem seleciona o óvulo mais maduro para que este saia do ovário.

É quando ocorre a ovulação, ou seja, é o período mais fértil do ciclo menstrual. No organismo ela provoca mudanças de comportamento, aumentando o ânimo e a libido.

Fase lútea

Fase lútea
Fase lútea

A fase lútea representa a segunda fase da menstruação, ou seja, é quando o folículo deixado no ovário passa a produzir mais progesterona e preparando o útero para a gravidez. Neste momento podem ocorrer duas situações, a fecundação do óvulo ou não.

Quando a fecundação não ocorre, o revestimento do útero é eliminado, resultando no início da menstruação e no novo ciclo.

Já se houver a fecundação começa a produção do hormônio hCG, que produz estrogênio e progesterona com o objetivo de manter o revestimento do útero e iniciar a formação da placenta.

Leia também sobre:

Reações do corpo relacionadas ao ciclo menstrual

Durante o ciclo menstrual, o corpo da mulher sofre diversas mudanças, provocando alterações físicas e emocionais, que por sua vez é representado pela Tensão Pré Menstrual (TPM). Esta começa no meio do ciclo menstrual e tende a desaparecer quando chega a menstruação.

Os principais sintomas da TPM são:

  • Fadiga;
  • Dor de cabeça e nas mamas;
  • Inchaço;
  • Cólica;
  • Irritabilidade;
  • Ansiedade;
  • Oscilação de humor.

Aprenda mais sobre:

Lana Magalhães
Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.