Vôlei sentado

O vôlei sentado é uma modalidade do esporte que foi adaptada para pessoas que possuem algum tipo de deficiência física relacionada à locomoção.

No entanto, ele também pode ser praticado por todas as pessoas, inclusive nas aulas de educação física nas escolas.

Isso porque o vôlei sentado melhora a saúde física, os reflexos, a agilidade e a coordenação motora. Além disso, é esporte muito divertido que ajuda a diminuir a ansiedade e as dores musculares.

Regras oficiais do vôlei sentado

  • a área de jogo é o espaço da quadra, que mede mede 10 x 6 metros, e a zona livre, que deve ter no mínimo 3 metros de largura em todos os lados;
  • a altura da rede é de 1,15 para a modalidade masculina e 1,05 para a feminina;
  • há duas equipes com 12 jogadores cada, sendo que 6 ficam na reserva e 6 em quadra;
  • os jogadores podem ter as funções: ataque, defesa ou líbero (que fica no fundo da quadra, sendo um especialista em defesa);
  • o jogo engloba 5 sets de 25 pontos corridos cada e vence o time que ganhar 3 sets;
  • se houver empate dos sets (2x2), o último set, chamado de tie-break, será determinante. Diferente dos outros sets, os pontos vão até 15.
  • os jogadores não podem bater na bola sem estar em contato com o solo;
  • cada equipe pode somente tocar três vezes na bola antes de passar ao time adversário;
  • os pontos são feitos quando a bola toca o chão da quadra do time adversário;
  • diferente do vôlei tradicional, no vôlei sentado o saque pode ser bloqueado pelos jogadores da linha de frente.

Linhas e zonas da quadra de vôlei sentado

Muito similar ao voleibol tradicional, nessa modalidade há linhas e zonas. Todas as linhas da quadra devem ser de cor clara e com 5 cm de largura.

  • Linhas de delimitação: 4 linhas que delimitam a quadra de jogo (duas linhas laterais e duas linhas de fundo).
  • Linha central: divide a quadra em dois espaços de 5 e 6 metros.
  • Linha de ataque: estão a 2 metros do centro do campo e marca a zona da frente.
  • Zona de frente: próxima da rede, ela é limitada pela linha central e a linha de ataque.
  • Zona de saque: local onde é realizado o saque. Possui 6 metros de largura e se estende até o fim da zona livre.

Classificação do vôlei sentado

Dependendo da gravidade da deficiência e das limitações, os jogadores do voleibol sentado são classificados em dois grupos:

  • Deficiência severa (VS1): apresentam deficiências relacionadas à locomoção mais acentuadas, por exemplo, pernas ou braços amputados.
  • Deficiência leve (VS2): apresentam deficiências quase imperceptíveis, por exemplo, pequenas amputações dos membros.

Além dessas duas classificações mais gerais, existe a classificação funcional dividida em: amputados e les autres (os outros, em francês). Os les autres são aqueles que possuem algum tipo de deficiência motora.

Já para os amputados, há uma classificação que especifica melhor a deficiência:

  • AK (above knee): amputação realizada acima ou através da articulação do joelho.
  • BK (below knee): amputação realizada abaixo do joelho, através ou acima da articulação tálus-calcanear, no tornozelo.
  • AE (above elbow): amputação realizada acima ou através da articulação do cotovelo.
  • BE (below elbow): amputação realizada abaixo do cotovelo, sendo através ou acima da articulação do pulso.

Logo, por meio dessa classificação, eles são divididos em 9 tipos:

  • Classe A1: duplo AK
  • Classe A2: AK simples
  • Classe A3: duplo BK
  • Classe A4: BK simples
  • Classe A5: duplo AE
  • Classe A6: AE simples
  • Classe A7: duplo BE
  • Classe A8: BE simples
  • Classe A9: amputações combinadas dos membros inferiores e superiores

Quando surgiu o voleibol sentado?

Essa modalidade surgiu em 1956 na cidade de Arnhem, na Holanda.

Ela foi criada por meio da junção do tradicional voleibol e um jogo alemão chamado sitzbal, que também é praticado sentado, mas ao invés de uma rede que divide a quadra, há uma fita.

Quando foi criada, essa modalidade era praticada apenas por homens, mas com o tempo as mulheres começaram a participar também.

O vôlei sentado nos jogos olímpicos

Foi em 1976 em Toronto, no Canadá, que o vôlei sentado foi inserido como uma modalidade paraolímpica e até hoje permanece nos jogos olímpicos.

volei sentado
Foto: Marco Antonio Teixeira/MPIX/CPB

Dentre todos as modalidades paraolímpicas, ele é considerado um dos jogos de maior agilidade e rapidez e atualmente é praticado em mais de 50 países.

O vôlei sentado no Brasil

No Brasil, o voleibol sentado começou a ser praticado em 2002. No ano seguinte, foi fundada a Confederação Brasileira de Voleibol para Deficientes (CBVD) e, nesse mesmo ano, a seleção masculina participou dos jogos Parapan-Americanos e obteve a medalha de prata.

voleibol sentado

Atualmente, a seleção masculina possui 3 medalhas de ouro nos jogos Parapan-Americanos (2007, Rio de Janeiro; 2011, Guadalajara; 2015, Toronto). Já no campeonato mundial de 2014, a seleção conquistou a medalha de prata.

Da mesma maneira, a seleção feminina participou dos jogos Parapan-Americanos de 2003 e obteve a medalha de prata. Em 2015 também obteve a prata nos jogos Parapan-Americanos de Toronto.

Já nos jogos paraolímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, a seleção feminina conquistou a medalha de bronze.

Leia mais sobre esse esporte em:

Referências Bibliográficas

Confederação Brasileira de Voleibol para Deficientes - CBVD
Comitê Paralímpico Brasileiro - CPB
Ministério do Esporte (ME) - Brasil