Beduínos


Os beduínos são um grupo étnico que habita os desertos do Oriente Médio e do Norte da África, em regiões da Arábia Saudita, Síria, Iraque, Jordânia e Egito. Eles constituem cerca de 10% dos habitantes do Oriente Médio.

O termo “beduíno” deriva do plural de árabe badawī, que significa nômade, bem como das palavras albedu (habitantes das terras abertas) e albeit (povo da tenda). De toda forma, é uma palavra usada para designar os habitantes nômades do deserto desde tempos muito antigos.

A origem dos beduínos remonta ao tempo das civilizações hidráulicas, com indícios de sua existência no Egito Antigo.

Foi com a expansão do Islamismo, no século VII, e com as consequentes conquistas árabes subsequentes, que os beduínos se estabeleceram pelos territórios africanos.

Beduínos

Apesar de ser considerada uma sociedade parada no tempo, os beduínos passaram por muitas mudanças a partir do século XIX.

Nessa altura, eles mudaram de estilo de vida nômade para um estilo mais sedentário e seminômade. Isto ocorreu em decorrência das pressões exercidas pelos governos dos territórios por onde eles costumavam perambular, principalmente o governo do então Império Otomano.

Com as guerras do século XX este processo se intensificou. A partir dos anos 50, muitos beduínos se estabeleceram em cidades como Egito, Israel, Jordânia, Iraque e Tunísia. Lá encontraram trabalho assalariado (prática até então abominada pelos beduínos) nas empresas de extração de petróleo.

De fato, eles se tornaram cidadãos nessas nações e hoje seus costumes sobrevivem nos festivais culturais promovidos pelas comunidades de beduínos nas cidades.

Costumes e Modo de Vida

Os costumes dos beduínos são baseados em códigos de honra e no sistema tradicional de justiça (a Lei de Talião ou “olho por olho, dente por dente”).

Sua sociedade se agrupa em clãs e se ramifica por diversas tribos, as quais possuem status diferenciados tendo como base a importância de seus ancestrais.

De fato, seus costumes são baseados na tradição familiar de natureza patriarcal. Sua sociedade é governada pelo membro mais velho da tribo, o sheik (šayḫ), o qual ascende por linhagem patriarcal. O casamento é visto com otimismo pelos beduínos, já que traz novos homens para a tribo.

Outro fator importante é o aspecto religioso. A maior parte dos beduínos segue a religião islâmica, na qual estão presentes alguns aspectos muito importantes dos costumes desse povo. É fato conhecido a influência dessa cultura na formação religiosa de Maomé, fundador do Islamismo.

Quando se estabelecem num determinado local, geralmente um oásis, os beduínos armam suas tendas com estruturas de madeira, pele de cabras, tecidos e fibras vegetais. Essas tendas chegam a medir mais de 6 metros de comprimento e 3 metros de altura.

Beduínos

Quanto à divisão do trabalho, os homens se dedicam ao comércio, ao pastoreio e à guerra. As mulheres se encarregam da produção artesanal e dos cuidados domésticos.

Devido ao clima desértico em que vivem, precisam se deslocar entre os oásis existentes no deserto para sobreviverem. Os beduínos aproveitam essas viagens para praticar o pastoreio e o comércio, que são as principais atividades realizadas pelos beduínos.

Sem espanto, a visão mais comum deste povo pelos desertos são as caravanas que cruzam grandes extensões em busca de água e comércio.

De seus rebanhos, compostos principalmente de cabras, ovelhas e camelos, extraem o leite, a carne e a pele que necessitam para sobreviver. Note que o camelo é fundamental nesse gado, pois é o meio de transporte mais usado, devido sua resistência ao clima desértico.

Depois de montada, a tenda recebe um tapete sobre a areia e está pronta para habitação. Por outro lado, alguns beduínos possuem um estilo de vida mais sedentário, principalmente na África, onde chegam a praticar agricultura e a criação extensiva de animais.

Você também pode se interessar por: