Camada de Valência

Lana Magalhães

A Camada de Valência é a última camada de distribuição eletrônica de um átomo. Por ser a camada mais externa, também é a que fica mais distante do núcleo atômico.

De acordo com a Regra do Octeto, a camada de valência precisa de oito elétrons para se estabilizar.

Assim, os átomos adquirem estabilidade quando têm 8 elétrons na camada de valência. Isso acontece com os gases nobres, eles apresentam a camada de valência completa. A única exceção é o elemento Hélio que possui 2 elétrons.

Os demais elementos precisam fazer ligações químicas para receber os elétrons faltantes e alcançar os oito elétrons na camada de valência.

Os elétrons da camada de valência são os que participam das ligações, pois são os mais externos.

Camadas da Eletrosfera

Conforme o modelo atômico de Rutherford-Bohr, os elétrons giram ao redor do núcleo atômico, em diferentes camadas energéticas.

Existem sete camadas designadas pelas letras K, L ,M, N, O, P e Q. Cada uma suporta um número máximo de elétrons.

Camadas de valênciaCamadas eletrônicas e os números de elétrons que suportam

Leia também:

Como determinar a Camada de Valência?

A camada de valência pode ser determinada de duas formas: Distribuição Eletrônica e Tabela Periódica.

Distribuição Eletrônica

Para determinação da camada de valência através da distribuição eletrônica é usado o Diagrama de Linus Pauling.

Diagrama de Pauling, o qual representa a distribuição eletrônica através de subníveis de energia.Diagrama de Pauling

Lembre-se que o diagrama de Pauling segue a ordem crescente de energia. A última camada obtida na distribuição eletrônica é a camada de valência.

1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2 4d10 5p6 6s2 4f14 5d10 6p6 7s2 5f14 6d10 7p6

Assim, na camada de valência, o subnivel mais energético é a última camada.

Exemplos:

Nitrogênio - N

Número Atômico: 7
Distribuição eletrônica: 1s2 2s2 2p3
Camada de Valência: 2s2 2p3, o N possui 5 elétrons na camada de valência.

Ferro - Fe

Número Atômico: 26
Distribuição eletrônica: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d6
Camada de Valência: 4s2, o Fe possui 2 elétrons na camada de valência.

Cloro - Cl

Número Atômico: 17
Distribuição eletrônica: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p5
Camada de Valência: 3s2 3p5, o Cl possui 7 elétrons na camada de valência.

Oxigênio - O

Número atômico: 8
Distribuição eletrônica: 1s2 2s2 2p4
Camada de Valência: 2s2 2p4, o oxigênio possui 6 elétrons na camada de valência.

Carbono - C

Número atômico: 6
Distribuição eletrônica: 1s2 2s2 2p2
Camada de Valência: 2s2 2p2, o carbono possui 4 elétrons na camada de valência.

Leia também sobre Números Quânticos.

Até agora, os exemplos usados foram com elementos em estado fundamental. Mas o mesmo princípio pode ser usado para os íons, cátions e ânions. Veja o exemplo:

Ânion Cloreto - Cl-

O número atômico do Cloro é 17. Se estivesse em seu estado fundamental, o número de elétrons seria igual ao de prótons. Porém, nesse caso há o ganho de 1 elétron.

Primeiramente, faça a distribuição eletrônica para o elemento Cloro:

1s2 2s2 2p6 3s2 3p5

Com o ganho de um elétron a mais, acrescente na última camada:

1s2 2s2 2p6 3s2 3p6. Assim, existem 8 elétrons na camada de valência (3s2 3p6).

Veja também: Exercícios sobre distribuição eletrônica.

Tabela Periódica

Para determinar a camada de valência através da tabela periódica é preciso identificar o período e a família do elemento.

Assim, enquanto a família 1A apresenta 1 elétron de valência, a 2A apresenta 2, e assim sucessivamente. Os elementos químicos constantes na mesma família da tabela periódica apresentam o mesmo número de elétrons na camada de valência.

Porém, isso só é válido para os grupos 1, 2, 13, 14, 15, 16 e 17 que possuem os seguintes números de elétrons na camada de valência 1, 2, 3, 4, 5, 6 e 7, respectivamente.

Para os elementos em que não é possível essa relação, deve ser usada a distribuição eletrônica.

Não esqueça! As ligações químicas surgem da necessidade de estabilizar os átomos e, assim, formar moléculas. Isso é feito mediante a doação de elétrons da camada de valência, os quais pelo fato de estarem mais longe do núcleo, têm a tendência para doação.

Leia também sobre Geometria Molecular.

Exercícios

1. Encontre a camada de valência dos seguintes elementos:

Bromo

35Br

1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p5

A camada de valência do Bromo (família 7A) apresenta 7 elétrons. Isso porque 4s2 e 4p5 pertencem à camada N, enquanto 3d10 pertence à camada M.

Alumínio

13Al

1s2 2s2 2p6 3s2 3p1

A camada de valência do Alumínio (família 3A) apresenta 3 elétrons.

2. (UFSC) O número de elétrons em cada subnível do átomo estrôncio (38Sr) em ordem crescente de energia é:

a) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2
b) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 4p6 3d10 5s2
c) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 3d10 4s2 4p6 5s2
d) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4p6 4s2 3d10 5s2
e) 1s2 2s2 2p6 3p6 3s2 4s2 4p6 3d10 5s2

a) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2

3. (IFSP/2013) O número de elétrons da camada de valência do átomo de cálcio (Z = 20), no estado fundamental, é

a) 1
b) 2
c) 6
d) 8
e) 10

b) 2

Confira questões de vestibulares com resolução comentada em: Exercícios sobre a Tabela Periódica.

Lana Magalhães
Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.