Características do álcool

Lana Magalhães

O álcool é um líquido incolor, inflamável e com cheiro característico.

Ele é obtido por fermentação de substâncias açucaradas ou amiláceas ou ainda por processos sintéticos.

Diversas matérias primas vegetais são usadas para a fabricação do álcool, entre elas a cana-de-açúcar, o milho, a mandioca, a beterraba, a batata, etc.

No Brasil, a principal matéria prima utilizada na fabricação do álcool é a cana de açúcar.

Quimicamente, os álcoois são compostos orgânicos caracterizados pelo grupo hidroxila (OH).

O álcool é usado para diversas finalidades:

  • Produção de combustível
  • Preparo de solventes
  • Formulação de produtos químicos, como acetona e soluções anti sépticas
  • Fabricação de perfumes, detergentes, produtos farmacêuticos e de limpeza
  • Produção de explosivos
  • Composição de bebidas alcoólicas

Efeitos no organismo

Pessoa consumindo bebidas alcoolicas
O consumo exagerado de bebidas alcoólicas pode causar dependência

A presença do álcool na produção de bebidas é conhecido desde a antiguidade, tanto na cerveja dos egípcios, como no vinho dos povos da Mesopotâmia e da Grécia.

Atualmente, o consumo de álcool é bem presente e aceito nas sociedades. Entretanto, o uso frequente dessas bebidas torna o usuário dependente.

A princípio, o consumo de álcool causa euforia, desinibição e sensação de calor.

Com o aumento da concentração de álcool no sangue surgem a visão distorcida, diminuição da atenção, dos reflexos e da coordenação.

O consumo exagerado e frequente pode levar ao quadro de coma alcoólico, câncer, insuficiência respiratória, danos irreversíveis ao figado e até a morte.

Saiba mais sobre as Bebidas alcoólicas.

Tipos

Existem diferentes tipos de álcoois, conheça os principais:

Álcool isopropílico ou propanol

O álcool isopropílico ou propanol (C3H8O) é um líquido incolor e inflamável, produzido da mistura entre a água e o propeno.

Ele é usado como solvente na indústria de tintas, vernizes e removedores. Além do uso para limpeza de materiais eletrônicos, como computadores.

Também é usado na indústria gráfica, na composição da solução das tintas usadas no processo de impressão.

Álcool metílico ou metanol

O álcool metílico ou metanol (CH3OH) pode ser extraído da nafta (proveniente do petróleo), do xisto, gás natural, destilação da madeira ou do carvão vegetal.

É um combustível extremamente tóxico, penetra no corpo humano pela pele, pelas vias respiratórias e digestivas, podendo levar à cegueira.

O álcool metílico tem grande poder de resistência a detonação, o que viabiliza sua utilização em motores com alta taxa de compressão.

Ele é utilizado também na indústria química, como solvente e na fabricação de plásticos.

Álcool combustível

O álcool combustível, álcool etílico ou etanol é uma fonte de energia alternativa e renovável.

Sua combustão é menos poluente que os combustíveis fósseis, como o petróleo.

No Brasil, o etanol substitui a gasolina dos carros, com motor flex, e também é misturado à gasolina.

Essa iniciativa além de poupar o consumo de petróleo é favorável ao meio ambiente. Os Estados Unidos, a União Europeia, o México, a Argentina e a Colômbia também fazem uso desse recurso.

No Brasil, o Proálcool foi criado em 1975, durante o governo Ernesto Geisel, em vista da crise do petróleo pela qual o mundo passava.

Álcool iodado

O álcool iodado é uma solução alcoólica, vendida nas farmácias, que contém 0,1% de iodo.

Ele é usado como antisséptico tópico, em curativos no tratamento de feridas na pele.

Leia também sobre os Álcoois.

Lana Magalhães
Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.