China


A China, oficialmente República Popular da China desde 1949, é uma das civilizações mais antigas do mundo. É também o país mais populoso e caminha para se tornar a maior potência mundial.

Localizada no Leste da Ásia, a China é o maior país desse continente e o terceiro maior do mundo, a seguir à Rússia e o Canadá.

Faz fronteira com 15 países: Afeganistão, Butão, Cazaquistão, Coreia, Índia, Japão (através dos mares), Laos, Mianmar, Mongólia, Nepal, Paquistão, Quirguistão, Rússia, Tadjiquistão e Vietnã.

O país é banhado pelo oceano Pacífico e pelos mares Bohai, Huanghai, Donghai e Nanhai.

ChinaMapa político da China com cidades, regiões autônomas e regiões administrativas especiais

Dados Gerais

  • Capital: Beijing (Pequim)
  • Extensão territorial: 9.600.005 km²
  • Habitantes: 1.376.048.943 (dados de 2015)
  • Clima: Predomina o clima seco e frio no inverno, e quente e úmido no verão
  • Idioma: Mandarim
  • Religião: Predomina o Taoismo
  • Moeda: Renminbi
  • Sistema Político: Socialismo

De acordo com dados do IBGE, 96,4% da população com mais de 15 anos é alfabetizada.

Num país onde a densidade demográfica é de cerca de 135 hab./km2, é instaurada uma forte política de controle de natalidade. Os casais são estimulados a ter apenas 1 filho.

Bandeira

China

A bandeira da China é vermelha e contém 5 estrelas amarelas. Uma dessas estrelas, a maior, representa o Partido Comunista da China. As estrelas restantes representam o seu povo.

Cidades

A China tem 23 cidades. Lá, elas são chamadas de províncias. São elas:

  • Anhui
  • Fujian
  • Gansu, Guangdong, Guizhou
  • Hainan, Hebei, Heilongjiang, Henan, Hubei, Hunan
  • Jiangsu, Jiangxi, Jilin
  • Liaoning
  • Qinghai
  • Shaanxi, Shandong, Shanxi, Sichuan
  • Taiwan
  • Yunnan
  • Zhejiang

A mais populosa é Xangai, com 20 217 700 habitantes.

Além das províncias, há:

  • 5 regiões autônomas: Região Autônoma da Mongólia Interior, Região Autônoma do Tibet, Região Autônoma da Nacionalidade de Guangxi, Região Autônoma da Nacionalidade Hui de Ningxia, Região Autônoma da Nacionalidade Uigur de Xinjiang
  • 4 municípios centrais: Beijing, Chongqing, Tianjin e Xangai
  • 2 regiões administrativas especiais: Hong Kong e Macau

A China tem mais de 5000 mil ilhas. A maior delas é Taiwan.

Economia

O modelo de economia planificada, ou centralizada, cujo controle é feito pelo Estado, foi modificado para o de economia mista. Isso aconteceu em 1978 e é a principal causa de sucesso do crescimento econômico chinês.

Quase 30 anos depois da sua implementação, 70% da economia chinesa é controlada pelo setor privado.

Após anos em pleno crescimento, a China tem uma das maiores economias em crescimento no mundo. Ela faz parte da Brics, um grupo de países emergentes, onde se inclui o Brasil e do G20.

O país é o maior exportador e produtor mundial de carvão e utiliza esse material como fonte de energia.

Lamentavelmente, os acidentes que acontecem nas milhares de minas existentes na China representam 80% das mortes no setor industrial em todo o mundo.

Mão de obra muito barata é a principal razão para que os produtos chineses sejam comercializados a custos muito baixos.

Isso acontece porque as pessoas não querem trabalhar na agricultura. Elas almejam uma colocação nas indústrias. Por esse motivo, habilitam-se a ganhar salários muito baixo para garantir essa vaga.

Leia também sobre a APEC - Cooperação Econômica Ásia-Pacífico.

A corrida pelo crescimento econômico tem levado o país a apresentar sérios problemas ambientais. A China é um dos países mais poluídos do mundo.

História da China: Resumo

Dezenove dinastias assumiram o poder na China. Dentre elas, cinco tiveram grande êxito em termos econômicos, políticos e sociais.

São elas a Dinastia Han do Oeste (reinado de Wenjing), Dinastia Ming (reinado de Yongxuan), Dinastia Qin (os reinados de Kangxi e Yongzheng) e Dinastia Tang (reinado de Zengguan).

Saiba mais em China Antiga.

Após a abdicação da imperatriz viúva de Guangxu, em decorrência de um golpe de Estado, a dinastia chega ao fim.

Em 1912 é estabelecida a república na China, a qual nunca atingiu o seu propósito. Durante esse período houve uma grande guerra entre a China e o Japão.

Em 1949 é proclamada a República Popular da China pelo revolucionário Mao Tsé-Tung. O país assumiu o regime socialista e um programa de governo foi colocado em prática.

Saiba mais sobre a Revolução Chinesa.

Cultura Chinesa

Foi o imperador Qin Shi Huangdi (260 - 210 a.C.), de onde surgiu o nome do país, que promoveu a unificação da China.

Essa unificação foi feita a partir da união das fortificações e serviam para impedir a invasão por outros povos. Essa obra de arquitetura é conhecida como Muralha da China.

Tem 2200 anos e mais de 20 mil quilômetros de extensão. É considerada um Patrimônio da Humanidade.

No que respeita à culinária, “exótica” é a palavra que talvez melhor qualifique a cozinha chinesa. Ela mistura sabores doces e salgados, temperaturas quentes e frias. Nela predominam as massas e as frituras.

A "cultura dos pés pequenos" era uma tradição antiga de manter os pés das meninas num tamanho bastante reduzido, com no máximo 10 cm.

As meninas eram obrigadas a usar sapatos bastante apertados para inibir o crescimento dos pés. Os pés pequenos eram considerados sensuais, o que aumentava a possibilidade de elas casarem.

A escrita (o sistema mais antigo ainda utilizado), por sua vez, é uma arte tradicional chinesa. Os pictogramas e ideogramas têm pelo menos 60 mil caracteres.

A maior parte dos chineses é ateia ou agnóstica. Em termos percentuais, o taoismo é o que representa a maior fatia entre as religiões ou filosofias seguidas.

Leia mais: Cultura Chinesa

Conheça a vida da imperador mongol que expandiu seu território da Ásia até a Europa: Genghis Khan