BRICS

Juliana Bezerra

BRICS é um termo utilizado para designar o grupo de países de economias emergentes formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

"BRICS" é um acrônimo ou seja, a junção das iniciais de palavras que formam outro termo. Seu criador é o economista britânico Jim O'Neill, do grupo financeiro Goldman Sachs, em 2001.

O economista tentava encontrar uma forma de traduzir o crescimento econômico que seria protagonizado naquela década por Brasil, Rússia, Índia e China. Por conseguinte, empregou a expressão "BRIC".

Naquele momento, o crescimento brasileiro ainda suscitava dúvidas, bem como a Rússia, que estava estagnada. Já a China, apresentava taxas de crescimento elevadíssimas entre os demais e se destacava no cenário econômico mundial.

Resumo

O estudo realizado por Jim O'Neil foi recebido com imensa satisfação nos países que protagonizam o BRIC.

Assim, diante das perspectivas de crescimento e das notas das agências internacionais, os governos do BRIC impulsaram oficialmente a possibilidade de constituição de um bloco entre esses países emergentes.

O BRIC se constituiu em bloco em 2009 e desde então, vários encontros periódicos entre esses países foram realizados. Em 2011, mais um país foi agregado: a África do Sul.

Deste modo, o BRIC virou BRICS. Contudo, a inclusão da África do Sul gerou críticas da comunidade econômica mundial, pois ela não estaria no mesmo nível de crescimento que os demais países.

Países

O BRICS é formado por:

Objetivos

Brics
Os presidentes dos países do Brics reunidos em 2017, em Xangai
  • Institucionalização do grupo BRICS,
  • Criação de um banco de reservas emergenciais para eventuais socorros econômicos,
  • Fortalecer as economias dos países,
  • Estabelecer cooperação nas áreas técnica, científica, cultural e no setor acadêmico.

Banco

O Novo Banco de Desenvolvimento, popularmente conhecido como "Banco do BRICS", foi criado em julho de 2014 e sua sede fica em Xangai, China.

Com um capital inicial de 100 bilhões de dólares, o objetivo da instituição é ser um banco de resgate e investimento para os países do bloco. Além disso, é uma alternativa ao FMI e ao Banco Mundial para países que necessitem de créditos.

Segundo dados do próprio banco, em agosto de 2017 havia 11 projetos financiados pela instituição no valor de 3 bilhões de dólares.

Mapa

Observe no mapa abaixo a localização e as bandeiras dos países do BRICS:

Brics mapa
Mapa do Brics

Características

Os países formadores do BRICS são marcados por países emergentes, suscetíveis a crises econômicas e com falhas garantias sociais para as populações.

Vejamos alguns dados do BRICS:

PIB (Fonte:Banco Mundial.2016)

Brasil 1,796 bilhões de dólares
Rússia 1,283 bilhões de dólares
Índia 2,264 bilhões de dólares
China 11, 2 bilhões de dólares
África do Sul 294, 8 milhões de dólares

População

Brasil 201 milhões

Rússia

144 milhões
Índia 1,2 bilhão
China 1,3 bilhão
África do Sul 52 milhões

IDH (Fonte:UNDP.2016)

Brasil 79º
Rússia 49º
Índia 131ª
China 90º
África do Sul 119ª

Charge

Atualmente, com as diferenças de crescimento entre o PIB do Brasil e dos demais membros do BRICS, uma série de críticas apareceram na imprensa.

O desenho do cartunista Moisés, de janeiro de 2016, resume bem a situação:

BRICS charge
BRICS. Autor: Moisés

Curiosidades

  • Os PIB's do BRICS, somados, equivalem a 22% do PIB mundial.
  • Já a população corresponde por 42% dos habitantes do planeta.
  • A Índia foi a única a manter as taxas de crescimento elevadas atingindo até 9% ao ano.
  • Em agosto de 2013, o economista Jim O'Neil declarou que o termo BRICS já não fazia mais "nenhum sentido", diante dos rumos tomados pelos países que o compunham.

Leia mais:

Juliana Bezerra
Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.