Novos Tigres Asiáticos

Atualizado em

O bloco econômico chamado de Novos Tigres Asiáticos é formado por cinco países: Tailândia, Malásia, Indonésia, Vietnã e Filipinas.

O conceito é utilizado em economia e geopolítica para fazer referência ao comportamento administrativo e político desses países.

Assim como os Tigres Asiáticos, desenvolveram a economia atuando como plataforma de exportação.

novos tigres asiáticos mapa

A designação de “tigre” faz alusão ao animal selvagem, que é tido como perspicaz e veloz, assim como foi a ascensão da economia desses países.

A partir da década de 1980, os Novos Tigres Asiáticos adotaram uma postura exportadora, garantindo o abastecimento da Europa, da América do Norte e da Ásia, assim como fizeram os Tigres Asiáticos.

Essa nova postura teve como resultado taxas elevadas de crescimento e aumento das garantias sociais da população.

A dinâmica dos Novos Tigres Asiáticos é marcada pela agressividade econômica, com restrição às importações e concorrência com os países emergentes.

Na década de 1990, os países entraram em colapso econômico, mas mantiveram a postura exportadora e, dessa maneira, alcançaram a recuperação.

A melhoria dos índices econômicos foi acompanhada pelo investimento em capital humano, pelo aumento dos salários e pela criação de universidades.

Leia mais: Países emergentes

Características dos Novos Tigres Asiáticos

  • Agressividade nas relações comerciais
  • Restrição à importação
  • Aumento dos salários
  • Investimento em capital humano
  • Competitividade com países emergentes

O que são os Tigres Asiáticos?

A denominação “Tigres Asiáticos” foi criada em 1980 para definir o comportamento da Coreia do Sul, de Taiwan, de Singapura e de Hong Kong no mercado interno e no mercado internacional.

Inicialmente, esses países apresentavam baixas taxas de crescimento e as garantias sociais eram mínimas, como na África.

A política agressiva de produção e o abastecimento do mercado externo foram responsáveis pelas melhorias sociais e pelo enriquecimento dos mercados.

Embora tenham passado por diversas crises econômicas, a mais intensa tendo ocorrido na década de 1990, os Tigres Asiáticos mantêm elevados índices de crescimento.

Além disso, acumulam riquezas e atendem às necessidades sociais dos cidadãos.

Veja também: Tigres Asiáticos

Novíssimos Tigres Asiáticos

São classificados como Novíssimos Tigres Asiáticos as Filipinas e o Vietnã, pois foram os últimos a integrar o bloco dos Novos Tigres Asiáticos.

Esses países também mantêm a política agressiva de investimento na indústria de alta tecnologia para abastecimento do mercado externo, investimento na qualificação de mão de obra e garantia de acesso a bens públicos adequados para a população.

Veja também: Países da Ásia