Commodities


Commodities (ou Commodity, no singular) é um termo em inglês que significa mercadoria.

Nos estudos econômicos, esse vocábulo é empregado para designar produtos de origem primária.

Esses produtos possuem grande valor no mercado mundial e podem ser armazenados durante um longo período de tempo.

Em outras palavras, as commodities são matérias-primas essenciais para o consumo humano e que podem ser estocadas sem que percam a qualidade.

Elas são produzidas em larga escala como o café, a soja, a carne, o petróleo, etc. e comercializadas no mercado mundial.

Portanto, são produtos que chamam a atenção de grandes investidores sendo que os preços e a demanda costumam variar.

Note que suas ações são negociadas na bolsa de valores. Assim, os preços das commodities são padronizados e apresentam oscilações diárias as quais estão baseadas na oferta e procura internacional.

Tipos

Exemplos de Commodities

As commodities são classificadas em quatro tipos básicos:

  • Commodities financeiras: incluem as moedas, por exemplo, dólar, euro, libra, real, etc. Nessa categoria também estão inclusos os títulos públicos do governo federal.
  • Commodities agrícolas: incluem os produtos provenientes do agronegócio, por exemplo, soja, milho, café, trigo, açúcar, etc.
  • Commodities minerais: reúnem diversos minerais que são extraídos ou produzidos, por exemplo, petróleo, ouro, prata, alumínio, níquel, gás natural, etanol, etc.
  • Commodities ambientais: relacionados com o ambiente, elas englobam diversos recursos naturais como a água, madeira, créditos de carbono, energia, etc.

Commodities Brasileiras

O Brasil é um país que produz e exporta diversas commodities. Destacam-se as commodities minerais, agrícolas e ambientais.

O agronegócio no Brasil tem crescido exponencialmente nos últimos anos. Produtos como a soja, o café e a carne são os que proporcionam maior lucro para o mercado externo.

Além disso, minérios de diversos tipos são extraídos e exportados para fora do país, por exemplo, ferro, alumínio e petróleo.

Diante disso, devemos frisar que mesmo que as commodities tenham um grande impacto na economia do Brasil, o país fica à mercê da oscilação dos valores e demandas desses produtos no mercado mundial.

Ou seja, o lucro pode ser grande quando o mercado está com preços favoráveis. Mas, por outro lado, isso pode afetar consideravelmente a economia do país.

Esse fato explica porque em tempos menos favoráveis os preços de alguns produtos sobem bastante.

Mesmo o país produzindo esses produtos, quando o valor e a demanda sobem no mercado mundial, a economia interna é afetada e quem sofre mais são os cidadãos.

Assim, surgem dificuldades para aquisição desses produtos essenciais, posto que diversas commodities estão com os preços elevados.

Dessa forma, quando ocorre uma crise mundial, os lucros das empresas são afetados, resultado esse da desvalorização das commodities no mercado internacional.

Leia também: