Deserto de Gobi

O Deserto de Gobi é um grande planalto desértico que está localizado na porção central do continente Asiático.

O termo “gobi” deriva da língua mongol que significa “local sem água”.

Principais características do deserto de Gobi

1. Área e localização

O Deserto de Gobi, situado no norte da China e no sul da Mongólia, ocupa uma área aproximada de 1.125.000 km2, sendo considerado o quarto maior deserto do mundo.

Deserto de Gobi

Fica atrás do deserto da Antártida (Antártida) com 14.000.000 km2, o Deserto do Saara (África) com 9.000.000 km2 e o Deserto da Arábia (Ásia) com 1.300.000 km2.

Seu comprimento é de cerca de 1600 km e largura de 480 a 965 km. Possui altitude média entre 800 e 1200 m.

2. Vegetação e fauna

O deserto de Gobi apresenta uma vegetação escassa com presença de algumas ervas rasteiras e vegetação halófila (adaptada a terrenos salinos) que vive próxima aos locais pantanosos. Esse tipo de vegetação está adaptado ao clima que apresenta.

Elas servem de alimento para alguns animais que habitam o local, por exemplo, camelos, antílopes, cavalos, gazelas, asnos, dentre outros.

3. Clima

O clima do deserto de Gobi é chamado de clima desértico apresentando temperaturas extremas e baixa pluviosidade (chuvas).

Já foi registrado nesse deserto uma temperatura de 40 °C no verão e -47 °C no inverno. Portanto, possui uma elevada amplitude térmica (diferença entre a temperatura mínima e máxima)

No entanto, a média de temperatura gira em torno de -3 °C a +3 °C. Embora grande parte acredite que no deserto as temperaturas sejam muito elevadas sempre, vale lembrar que por não apresentar nenhuma vegetação, elas podem atingir valores muito baixos durante a noite.

Veja também o artigo: Clima Desértico.

Curiosidades sobre o deserto de Gobi

Muitos fósseis já foram encontrados no Deserto de Gobi, o que leva a crer que milhões de anos atrás essa região foi habitada, sobretudo por dinossauros. Por esse motivo, ele é considerado um dos maiores sítios arqueológicos do mundo.

Já foram registradas diversas tempestades de areia no Deserto de Gobi, atingindo os animais e as populações próximas, com a proliferação de doenças respiratórias. Esses fenômenos provocados por ventos fortes, atingem áreas muito extensas, onde a nuvem de areia pode percorrer diversos quilômetros.

Embora o local seja desabitado pelas condições inóspitas que apresenta, há alguns povos nômades (chineses e mongóis) que vivem ali. Geralmente eles habitam áreas próximas aos oásis (fontes de água presentes no deserto), criando diversos animais para a sobrevivência e deslocamento como os camelos, cavalos, ovelhas e cabras.

Saiba mais sobre outros desertos:

Desertificação do Deserto de Gobi

Embora seja cercado por cadeias montanhosas, estudos apontam que o deserto de Gobi está se expandindo cada vez mais principalmente pelo processo denominado de desertificação.

Esse fenômeno onde o processo de intensificação das áreas secas, formando os desertos, pode ser gerado pelas mudanças climáticas e ainda pelas ações humanas.

Saiba mais sobre o tema com a leitura dos textos:

Atualizado em