Estômatos


Os estômatos são estruturas da epiderme da planta localizadas nas folhas e responsáveis pelas trocas gasosas e pela transpiração.

O que são Estômatos?

EstômatosFoto de um corte de planta ao microscópio com os estômatos.

São aberturas na superfície da epiderme vegetal por onde passam gases e vapor de água. Eles são formados por duas células alongadas, cujo formato é semelhantes ao grão de feijão ou aos halteres dependendo da espécie.
Essas células são denominadas células-guarda, e no meio delas há uma fenda chamada ostíolo.

Abertura e Fechamento

A abertura do ostíolo depende de uma situação especial da planta chamada turgescência celular, relacionada com a entrada e saída de água nos vacúolos da célula-guarda.

EstômatosRepresentação da abertura e fechamento dos estômatos.

Se a célula vegetal estiver em um meio hipotônico, absorve água por osmose e isso faz com que aumente de volume. A água entra até que a célula atinja um estado de equilíbrio, momento em que a pressão da parede celular equivale à quantidade de água absorvida. Esse equilíbrio é chamado de turgescência, momento em que célula ficou túrgida.

EstômatosMecanismo de osmorregulação na célula. Observe a célula túrgida e flácida

O mecanismo é semelhante ao que acontece quando enchemos de ar uma boia, quanto mais cheia ela estiver, maior será a pressão do ar interno sobre as paredes da boia tornando-a mais rígida.

Saiba mais:

Para que servem ?

Os estômatos fazem as trocas entre o meio externo e interno da planta. Eles regulam o tamanho da abertura, assim é possível aumentar ou diminuir a taxa de transpiração da planta.

Onde se localizam?

EstômatosEsquema de estrutura da folha. Observe as células-guarda e os ostíolos, localizados na epiderme inferior.

Os estômatos são localizados, geralmente, na parte inferior da folha, mas em plantas aquáticas como a vitória-régia ficam na parte superior e ainda, em plantas de crescimento vertical estão nos dois lados.