Fórmula Molecular


Fórmula Molecular é o esquema que indica a composição das moléculas. Isso quer dizer que a partir dela sabemos quais os elementos que a compõem, o número de átomos de cada elemento e as proporções entre eles.

A fórmula molecular pode ser obtida através das seguintes formas: fórmula mínima ou empírica e fórmula percentual ou centesimal.

Fórmula Mínima ou Empírica

A partir dela é possível conhecer o menor número possível de átomos de cada elemento, ou seja, sua fórmula mínima. Além do que, é possível obter a proporção de átomos de um elemento com o outro.

Exemplo:

Calcule a fórmula molecular de uma substância que é formada por carbono (C), hidrogênio (H) e Oxigênio (O) que tem a massa molar de 180 g/mol.

Sabemos que desses 180 g/mol, 40% refere-se ao carbono, 6,72% ao hidrogênio e 53,28% ao oxigênio.

1.º Vamos encontrar a fórmula mínima dessa substância. Para tanto, calculamos a massa molar de cada um dos elementos. A do carbono, conforme consta na tabela periódica, é 12, a do hidrogênio é 1 e a do oxigênio é 16:

40/12 (C) = 3,33
6,72/1 (H) = 6,72
53,28/16 (O) =3,33

2.º De seguida, para obter o menor número possível de átomos, pegamos a menor massa e dividimos cada uma delas por esse valor que, neste caso, é 3,33:

3,33/3,33 (C) = 1
6,72/3,33 (H) = 2
3,33/3,33 (O) = 1

Assim, sabemos que a fórmula mínima dessa substância é CH2O. A fórmula mínima pode ser multiplicada n vezes.

3.º Agora já conseguimos saber qual a massa molar da fórmula mínima dessa combinação, 12 + 2 * 1 +16 = 30 g/mol, por isso, podemos saber quantas vezes 30 g/mol é menor do que 180 g/mol. Basta dividir 180 por 30:

180/30 = 6

Isso quer dizer que 30 g/mol da fórmula mínima está contido 6 vezes na fórmula molecular, ou seja, n = 6. Então:

C6H12O6

Fórmula Percentual ou Centesimal

A partir dessa fórmula, é possível dividir a massa dos elementos em até 100 partes, o que nos leva a identificar a fórmula molecular.

Exemplo:

A fórmula molecular da água é H2O, ou seja, para cada 2 átomos de hidrogênio, há 1 de oxigênio. Portanto, se o número de hidrogênios aumentasse, quantos átomos de oxigênio seriam necessários para que se mantivesse a fórmula molecular da água?

Para tanto, precisamos da massa molar. A do hidrogênio é 1, enquanto a do oxigênio é 16.

2 g/mol (H) + 16 g/mol (O) = 18 g/mol

Isso quer dizer que a massa molar da água é 18 g/mol. Sendo assim, quantos g/mol de hidrogênio estaria presente em 100 g/mol de H2O?

Aplica-se a regra de três simples:

18 * x = 2 * 100
x = 2 * 100 / 18
x = 200 / 18
x = 11,1 %

E fazemos o mesmo para o oxigênio:

18 * y = 16 * 100
y = 16 * 100 / 18
y = 1600 / 18
y = 88,9%

Isso quer dizer que H11O89 é a fórmula percentual da água.

Leia: