Gripe Espanhola

Juliana Bezerra

A gripe espanhola foi uma pandemia que ocorreu em 1918. Calcula-se que tenham morrido cerca de 50 a 75 milhões de pessoas ou o equivalente a 5% da população do planeta.

No Brasil, o número de vítimas fatais foi de 35.000 pessoas.

Origem da gripe espanhola (que não era espanhola)

Apesar de ser chamada assim, a gripe espanhola não se originou na Espanha.

O nome vem do fato de que a Espanha foi o primeiro país a noticiar sobre a doença. Como a Espanha não estava na Primeira Guerra Mundial (1914-1918), seus jornais não sofriam censura, ao contrário das outras nações que lutavam.

Na verdade, a patologia começou no sul da França, onde as tropas americanas e inglesas estavam acampadas. Dali, os soldados americanos levaram o vírus para os Estados Unidos.

O primeiro caso, nos Estados Unidos, provavelmente foi de um cozinheiro que trabalhava num quartel militar. Ele apresentava os sintomas de uma gripe normal, porém piorava rapidamente.

Horas depois de sua internação, cem pessoas já apresentavam sinais da enfermidade.

Os 3 principais sintomas da gripe espanhola

A gripe espanhola tinha os seguintes sintomas:

  • febre alta,
  • dores no corpo,
  • dificuldade respiratória.

Em poucos dias, os pulmões se enchiam de líquido e, como consequência, a circulação sanguínea ficava comprometida. Num curto espaço de tempo, os doentes ficavam com a pele escura pela falta de oxigênio.

O quadro evoluía para a hemorragia das mucosas, como nariz, estômago e intestino.

Como e quando chegou a gripe espanhola ao Brasil

O vírus da gripe espanhola chegou ao Brasil em outubro de 1918, provavelmente trazido pelo navio inglês “Demerara”, que fez escala em Recife, Rio de Janeiro e Santos.

Outra possibilidade é que os soldados brasileiros que haviam participado do confronto europeu tenham voltado infectados para o país.

Seja como for, em outubro de 1918, as atividades comerciais e culturais foram paralisadas em todo país, e as ruas ficaram desertas. Em São Paulo, os cadáveres acumulavam-se na rua, enquanto em Porto Alegre foi preciso construir outro cemitério para abrigar seus 1.316 mortos.

O Rio de Janeiro foi o estado mais atingido pela pandemia, pois 12.700 vítimas morreram na então capital do país.

O vírus atingia as pessoas de 20 a 40 anos e não respeitou classes sociais. O presidente Rodrigues Alves, que combateu a febre amarela junto a Oswaldo Cruz, foi reeleito presidente. Contudo, não pôde assumir, pois morreu da gripe espanhola.

Curiosidades

  • A fim de prevenir um novo surto, o governo brasileiro começou a organizar um sistema nacional de saúde. Este seria criado em 1919 com o nome de Departamento Nacional de Saúde e oficializado em 2 de janeiro de 1920.
  • O compositor Assis Valente lembrou-se da pandemia no samba “E o mundo não se acabou”, de 1938 e gravado por Carmem Miranda.

Temos mais textos sobre o assunto para você:

Juliana Bezerra
Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.