Leis Ponderais


Na Química, as Leis Ponderais incluem a “Lei de Proust” e a “Lei de Lavoisier”. Ambas contribuíram para o avanço da Química como ciência de forma que introduziram o método científico.

As Leis Ponderais foram postuladas no século XVIII, sendo essenciais para os estudos da estequiometria e de outras teorias que foram postuladas posteriormente. Elas estão relacionadas com as massas dos elementos químicos dentro das reações químicas.

Lei de Lavoisier

A Lei de Lavoisier é chamada de “Lei de Conservação das Massas” e foi introduzida pelo químico francês Antoine Laurent Lavoisier (1743-1794). Seu enunciado é:

A soma das massas das substâncias reagentes em um recipiente fechado é igual à soma das massas dos produtos da reação”.

Note que a famosa frase “Na natureza nada se cria, nada se forma, tudo se transforma” está inspirada na Lei da Conservação das Massas de Lavoisier, posto que o químico descobriu que nas reações químicas, os elementos não desaparecem, ou seja, são eles rearranjados e transformados em outros.

A experiência realizada por Lavoisier ocorreu na transformação do Mercúrio (Hg) em contato com o Oxigênio (O2) formando o Óxido de Mercúrio II (HgO).

Assim, Lavoisier fez vários experimentos analisando as massas dos reagentes e dos produtos nas reações químicas, o que o levou a constatar que as massas dos elementos envolvidos, após reagirem são, constantes, ou seja, a reação possui a mesma massa inicial. Observe que a Lei de Lavoisier é aplicada para as reações químicas que ocorrem em recipientes fechados.

Lei de Proust

A Lei de Proust é chamada de “Lei das Proporções Constantes” e foi postulada pelo químico francês Joseph Louis Proust (1754-1826). Seu enunciado é:

Uma determinada substância composta é formada por substâncias mais simples, unidas sempre na mesma proporção em massa”.

Da mesma maneira, Proust realizou uma série de experimentos e constatou que as massas dos elementos envolvidos nas reações químicas são proporcionais. Isso explica a massa dos elementos químicos e sua proporcionalidade. Ou seja, determinadas substâncias sempre reagem com outras a partir de uma proporção definida das massas envolvidas.

Observe que as massas dos elementos envolvidos podem se alterar, no entanto, a proporção entre elas será sempre a mesma. Assim, se a massa de um elemento da reação química é duplicada, os outros também são. Isso explica o processo de balanceamento de reações químicas e os cálculos estequiométricos.

Saiba mais sobre em:

Exercícios Resolvidos

1) Considerado o “Pai da Química Moderna” Antoine Lavoisier foi um químico francês que contribuiu para a introdução de diversos conceitos na área. Leia abaixo um trecho de um texto de Lavoisier e aponte qual o nome da Lei que ele se refere?

Podemos afirmar, como um axioma incontestável, que, em todas as operações da arte e da natureza, nada é criado; uma quantidade igual de matéria existe antes e depois do experimento; a qualidade e a quantidade dos elementos permanecem precisamente as mesmas; e nada ocorre além de mudanças e modificações na combinação desses elementos. Desse princípio depende toda a arte de realizar experimentos químicos. Devemos sempre supor uma exata igualdade entre os elementos do corpo examinado e aqueles dos produtos de sua análise”. (Lavoisier, 1790, p.130-131)

Resposta: Lei da Conservação das Massas ou Lei de Lavoisier.

2) Numa dada experiência, foram combinados 3g de carbono e 8g de oxigênio, resultando na formação de Gás Carbônico (CO2). Se combinarmos 6g de carbono com 16g de oxigênio para formar o Gás Carbônico, qual lei ponderal está sendo aplicada?

Resposta: Lei das Proporções Constantes ou Lei de Proust.