Leon Trotsky

Juliana Bezerra

Leon Trotsky foi um intelectual marxista, revolucionário comunista e ativista político ucraniano que liderou os bolcheviques na Revolução Russa (1917).

Biografia

Leon Trotsky
Trótsky foi líder bolchevique na Revolução Russa

Lev Davidovich Bronstein, mais conhecido como Leon Trotsky, nasceu na cidade Ianovka, Ucrânia, no dia 7 de novembro de 1879.

Sua família era de origem judaica e desde a juventude fez partes de movimentos revolucionários. Participou da fundação da “União dos Trabalhadores do Sul da Rússia”, e foi preso pelo regime czarista pela primeira vez em 1898, com apenas 18 anos.

Trotsky foi condenado à deportação para Sibéria, de onde foge e vai para Londres se encontrar com Lenin, unindo-se ao “Partido Social Democrata Russo”. Alguns anos depois vai para Viena, Áustria, onde criou o jornal Pravda.

Em 1903, com a divisão dos Sociais-Democratas russos entre Mencheviques e Bolcheviques, Trotsky se posiciona contra os bolcheviques. Mais tarde, ele reveria esta decisão aderindo assim às causas dos bolcheviques (a maioria liderada por Lenin).

Embora tenham ocorrido diversos desentendimentos entre Trotsky e Lenin, em outubro de 1917 quando é feita a Revolução, uniu-se a Lenin. Trotsky exerceria um papel primordial na implantação do socialismo e do regime bolchevique na Rússia.

Após a morte de Lenin e a ascensão de Stalin, Trotsky encontrou-se em posição perigosa. Enquanto defendia que a revolução deveria se espalhar pelo mundo e que a Rússia deveria ajudá-los, Stalin preferia que o comunismo ficasse dentro das fronteiras do seu país.

Desta maneira, Stalin manda-o ao exílio e durante alguns anos chegou a viver em vários países da Europa como Inglaterra, França, Áustria, Turquia, Noruega.

Também vai para os Estados Unidos e México. Neste país, chega a morar com os artistas mexicanos Diego Rivera (1886-1957) e Frida Kahlo (1907-1954).

Trotsky era uma pessoa carismática, intelectual e revolucionária, que participou de fatos históricos importantes de seu país e que simbolizava uma grande ameaça ao governo de Stalin.

Por esse motivo, Stalin envia um agente para matar Trotsky, que nesse momento estava exilado no México.

Deste modo, no dia 21 de agosto de 1940, foi brutalmente assassinado com um golpe de picareta na cabeça, em Coyoacán (México), pelo espanhol Jaime Ramón Mercader.

Este trabalhava como agente da polícia política da URSS chamada “Comissariado do Povo para Assuntos Internos” (NKVD, na sigla em russo).

Participação na Revolução Russa

Com a queda do Czarismo na Rússia, Leon Trotsky retorna ao seu país e junto a Lenin implanta o socialismo na Rússia.

Exerceu vários cargos importantes na política de seu país, sendo Comissário do Povo (Ministro) para os Negócios Estrangeiros, Comissário de Guerra, Organizador e Comandante do Exército Vermelho.

Além disso, foi fundador e membro do Comitê Executivo (Politburo, em russo) do Partido Comunista da União Soviética.

Leia mais sobre a Revolução Russa.

Trotskismo

Tão importante quanto o papel político de Trotsky, foram suas contribuições intelectuais.

Com o passar dos anos, criou-se uma vertente da doutrina marxista, denominada “Trotskismo”. Esta se baseia nas ideias políticas e ideológicas do ativista e se opõem ao “Stalinismo”.

Obras

A despeito de ter sido um político, Leon foi um intelectual que contribuiu com seu pensamento deixando diversos escritos:

  • Balanços e Perspectivas (1905)
  • A Guerra e a Internacional (1914)
  • O Direito das Nações a Autodeterminação (1917)
  • Terrorismo e Comunismo (1920)
  • Literatura e Revolução (1924)
  • As Lições de Outubro (1924)
  • O Triunfo de Stalin (1929)
  • História da Revolução Russa (1930)
  • A Revolução Permanente (1930)
  • História da Revolução Russa (1933)
  • Escritos sobre a Alemanha (1933)
  • A Revolução Traída(1936)
  • A URSS na Guerra (1939)

Frases

  • A propriedade do Estado não é a de 'todo povo', mas que na medida em que desaparecem os privilégios e as distinções sociais e em que, em consequência, o Estado perde sua razão de ser. Dito de outra maneira: a propriedade do Estado se faz socialista a medida que deixa de ser propriedade do Estado.”
  • Num país em que o único empregador é o Estado, oposição significa morte lenta por inanição. O velho princípio 'quem não trabalha não come' foi substituído por outro: quem não obedece não come”.
  • Ela virá, a revolução conquistará a todos o direito não somente ao pão mas, também, à poesia”.
  • A vida é bela. Que as futuras gerações a livrem de todo mal e opressão, e possam desfrutá-la em toda sua plenitude”.
  • Expor aos oprimidos a verdade sobre a situação é abrir-lhes o caminho da revolução”.
  • É preciso conhecer os limites da força. É preciso saber quando combinar força com estratégia.”

Curiosidades

  • Foi a partir de 1902 que o revolucionário adota o pseudônimo Leon Trotsky que o levará por toda a vida.
  • O assassinato de Trotsky custou cerca de cinco milhões de dólares do governo stalinista.
  • O lema bolchevique era “Paz, pão e terra”.

Para saber mais:

Juliana Bezerra
Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.