Organização Não Governamental (ONG)

Juliana Bezerra

Organização Não Governamental (ONG) é uma instituição privada sem fins lucrativos que tem como objetivo atuar em áreas onde não chega o poder público.

A ONGs promovem suas atividades através do voluntariado e são encontradas em setores como as políticas públicas, defesa do meio ambiente, saúde, educação, etc.

O que é?

A expressão Organização Não Governamental foi empregada pela primeira vez no ano de 1950. A Organização das Nações Unidas (ONU) a utilizou para definir as organizações civis que não tinham nenhum vínculo com o governo.

As ONG's desenvolvem trabalhos na área da educação, saúde, assistência social e direitos humanos. Além disso, podem pressionar o poder público para obter melhorias na prestação dos serviços oferecidos à sociedade, tanto na esfera local, estadual, nacional como na esfera internacional.

Fazem parte do Terceiro Setor da sociedade, ou seja, enquanto o Primeiro Setor é o governo e o Segundo Setor são as empresas privadas, o Terceiro Setor são as instituições privadas. Sem fins lucrativos, esse setor tem a finalidade de gerar serviços de ordem pública.

As ONGs buscam apoio financeiro através de várias fontes, entre elas: pessoas físicas, empresas privadas, fundações e entidades governamentais.

Seu principal objetivo é fomentar ações nos mais diversos campos do conhecimento para os setores mais vulneráveis da sociedade.

Como Criar uma ONG?

No Brasil, uma ONG deve ter um estatuto registrado em cartório, CNPJ e inscrição estadual para funcionar legalmente. Isso possibilita a captação de recursos, abertura de conta bancária, etc.

Uma ONG legalizada e idônea pode complementar o trabalho do poder público e receber doações de entidades privadas e do próprio Estado.

As ONG's desenvolvem seus trabalhos com funcionários contratados e principalmente com voluntários (com no mínimo 18 anos de idade), os quais se comprometem em dedicar parte do seu tempo às atividades da Organização.

Exemplos

No Brasil existem várias ONGs atuando em diversos campo notadamente junto à população mais carente onde o poder público não chegar.

Segundo o ranking realizado pelo "Global Journal", duas ONGs brasileiras fazem parte das TOP 100 do mundo, são elas: a Associação Saúde Criança (ASC) e a Viva Rio.

Associação Saúde Criança (ASC)

A Associação Saúde Criança (ASC), fundada em 1991, é uma Organização Social sem fins lucrativos e sem filiação política ou religiosa.

O objetivo principal da Saúde Criança é reestruturar as famílias das crianças que são atendidas no Hospital Da Lagoa, no Rio de Janeiro.

Atuando no Plano de Ação Familiar, engloba cinco áreas importantes: saúde, profissionalização, moradia, educação e cidadania.

Viva Rio

A Viva Rio, fundada em 2006, no Rio de Janeiro, trabalha com a inserção de jovens e adolescentes em situação de risco no mercado de trabalho.

A Organização é responsável pelo cadastramento, seleção e o treinamento durante o estágio nas empresas parceiras.

Viva Rio
O Viva Rio capacita os jovens em diversas áreas como a saúde

Greenpeace

Além delas, podemos citar o Greenpeace, uma organização não governamental com sede em Amsterdã, na Holanda, com escritórios em 40 países, entre eles o Brasil.

Foi criada no Canadá, em 1971, por um grupo de ecologistas que atuavam para defender o meio ambiente. Chegou ao Brasil no mesmo ano em que o país sediou a Primeira Conferência Ambiental, a ECO - 92.

O protesto que marcou a fundação da organização no Brasil foi uma ação nuclear em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro.

Os ativistas chegaram a bordo do navio Rainbow Warrior e fixaram 800 cruzes no pátio da usina. As cruzes simbolizam o número de mortos no acidente da usina de Chernobyl, na Ucrânia.

Leia mais:

Juliana Bezerra
Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.