Planeta Netuno


Netuno é o oitavo planeta a partir do Sol. É um gigante gasoso, bem como Júpiter, Saturno e Urano. Está distante 4,5 bilhões de quilômetros do Sol e demora 156 anos terrestres para completar uma órbita. Foi descoberto em 1846 e recebeu o nome do deus romano do mar.

A comunidade científica denomina os planetas com nomes da mitologia greco-romana. O planeta demora 16 horas terrestres para completar o movimento de rotação – duração de um dia neptuniano. Possui 13 luas confirmadas e uma ainda aguarda a confirmação por cientistas.

Planeta Netuno

Características

O planeta Netuno é composto, principalmente, de água muito quente, amônia e metano em seu núcleo, que tem aproximadamente o tamanho da Terra. A atmosfera é formada por hidrogênio, hélio e metano. Assim como Urano, a cor azulada brilhante de Netuno resulta da elevada quantidade de metano na atmosfera.

Por conta das peculiaridades do núcleo e atmosfera, Netuno também é chamado de gigante de gelo. Foi observado a primeira vez em 1612 por Galileu Galilei, mas sua descoberta só foi confirmada em 1845 pelas pesquisas de Johann Gottfried Galle, no Observatório de Berlim.

A sua principal lua, Tritão, foi descoberta 17 dias depois. Desde que foi descoberto, a primeira volta ao Sol de Netuno ocorreu em 2011. O planeta é invisível a olho nu por causa de sua extrema distância da Terra. O campo magnético de Netuno é cerca de 27 vezes mais potente que o da Terra.

Planeta NetunoNetuno também é chamado de gigante de gelo

Os Anéis de Netuno

Netuno tem seis anéis conhecidos, todos localizados após as observações da sonda Voyager 2. Os anéis são não uniformes, mas têm quatro grossos Regiões (massas de poeira) chamado arcos e seriam jovens, com poucos bilhões de anos. Somente em 1984, astrônomos encontraram evidências da existência do sistema de anéis em torno de Netuno.

O conjunto é formado por três anéis proeminentes, denominados Liberdade, Igualdade e Fraternidade. Mais fracos, também foram descobertos os anéis, Adams, Leverrier, Galle e Arago, cuja extensão varia de 42 mil quilômetros a 62 mil quilômetros.

As Luas de Netuno

As 13 luas de Netuno são nomeadas após vários deuses do mar e ninfas na mitologia grega. Uma última foi descoberta em 2013 pelas observações da sonda Voyager 2 e ainda é aguardado o reconhecimento. Esse corpo celeste orbita em um dos anéis de Netuno.

A principal lua de Netuno, Tritão, foi descoberta pelo matemático inglês William Lassell, que era um astrônomo amador. A descoberta ocorreu em 10 de outubro de 1846, mas somente em 1989, a sonda Voyager 2 visitou o planeta e descobriu os fracos anéis a orbitar Netuno. As demais luas foram descobertas entre 2002 e 2003 e todas recebem os nomes de deuses e ninfas da mitologia grega.

Tritão é um corpo celeste peculiar e considerado excêntrico, porque orbita no sentido contrário do planeta principal. As observações da Voyager 2 permitiram identificar que a superfície de Tritão é semelhante a uma casca de melão com muitos vulcões de gelo a emitirem nitrogênio líquido, metano e poeira que congelam instantaneamente, transformam-se em neve e retornam à superfície. É um dos objetos mais frios do sistema solar, com 240ºC negativos.