Acutipupu

Juliana Bezerra

Acutipupu é uma criatura que é ao mesmo tempo homem e mulher e vivia na Serra do Japó.

Conta-se que Acutipupu, quando estava como mulher, dava à luz a filhas mais belas que as estrelas.

Por outro lado, ao se encontrar com o corpo masculino, fecundava as mulheres e estas pariam meninos fortes e valentes, radiosos como o sol.

Um dia, sob forma de mulher, Acutipupu teve uma filha de Uaiú, um índio que estava impondo a lei de Jurupari na região. A menina se chamou Erem e como não podia deixar de ser, destacava-se por sua grande beleza.

Uaiú desejou-a e quis fazer amor com sua própria filha, mas Erem se recusou e fugiu para escapar do pai. Foi acolhida por uma tribo chefiada por Cancelri e os dois terminaram se casando.

No entanto, Uaiú não abandonou seu objetivo e declarou guerra a Cancelri. Nesta luta, morreram todos desta tribo e Acutipupu perdia, assim, sua filha querida.

Origem da Lenda

A lenda de Acutipupu não é muito conhecida e não existe uma serra do Japó. Possivelmente, a palavra é uma corruptela do vocábulo Japi, cuja serra fica no estado de São Paulo.

Leia mais:

Juliana Bezerra
Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.