Animais da Mata Atlântica


A Mata Atlântica é um dos biomas do Brasil, que ocupa aproximadamente 15% do território do país.

Atualmente, decorrente da destruição dos ecossistemas (desmatamento, queimadas) restam somente cerca de 7% da cobertura original desse bioma, consagrado com diversa fauna e flora, incluindo espécies endêmicas (somente se desenvolvem nesse local) sendo considerada uma das regiões mais ricas em biodiversidade do planeta. Além disso, o tráfico de animais também é considerado como uma ameaça para a biodiversidade da Mata Atlântica.

Para saber mais: Mata Atlântica

Fauna

A fauna da mata atlântica é muito diversa com espécies de aves, mamíferos, répteis, anfíbios, insetos. Há um grande número de animais que somente existem naquela região, chamado de animais endêmicos.

Assim, pesquisas afirmam que na Mata Atlântica cerca de 40% dos mamíferos são endêmicos. As principais espécies de animais da Mata Atlântica são:

Aves

  • Araçari-banana (Pteroglossus bailloni)
  • Saíra-lagarta (Tangara desmaresti)
  • Araçari-poca (Selenidera maculirostris)
  • Jandaia-de-testa-vermelha (Aratinga auricapillus)
  • Tangará (Chiroxiphia caudata)
  • Pica-pau-da-cabeça-amarela (Celeus flavescens)
  • Gavião-de-penacho (Spizaetus ornatus)

Mamíferos

  • Mico-leão-dourado (Leontopithecus rosalia)
  • Mico-leão-de-cara-preta (Leontopithecus caissara)
  • Onça-pintada (Panthera onca)
  • Irara (Eira barbara)
  • Tamanduá-bandeira (Myrmecophaga tridactyla)
  • Tatu-peludo (Euphractus villosus)
  • Muriqui-do-norte (Brachyteles hypoxanthus)
  • Gato-maracajá (Leopardus wiedii)
  • Sagui-da-serra (Callithrixflaviceps)
  • Ouriço-preto (Chaetomys subspinosus)
  • Rato-do-mato (Wilfredomys oenax)

Além desses, há outros mamíferos emblemáticos pertencentes à mata atlântica como o macaco-prego, bicho-preguiça, capivara, tatu-canastra, veado-campeiro, lontra, gato-do-mato, cachorro-do-mato, jaguatirica, bugio.

Anfíbios

  • Sapo-cururu (Rhinella ictérica)
  • Sapo-martelo (Hypsiboas faber)
  • Perereca-verde (Phyllomedusa nordestina)
  • Filomedusa (Phyllomedusa distincta)
  • Pererequinha-da-restinga (Dendrophryniscus berthalutzae)
  • Perereca-de-bromélia (Scinax perpusillus)
  • Rã-de-vidro (Hyalinobatrachium uranoscopum)
  • Rã-de-cachoeira (Cycloramphus duseni)
  • Rã-goteira (Leptodactylus notoaktites)
  • Rã-escavadeira (Leptodactylus plaumanny)

Répteis

  • Caninana (Spilotes pullatemus)
  • Jacaré-do-papo-amarelo (Caiman latirostris)
  • Jiboia-constritora (Boa constrictor)
  • Jararaca (Bothrops jararaca)
  • Cágado-pescoço-de-cobra (Hydromedusa tectifera)
  • Cágado amarelo (Acanthochelys radiolata)
  • Cobra coral-verdadeira (Micrurus corallinus)
  • Serpente-olho-de-gato-anelada (Leptodeira annulata)
  • Falsa-coral (Apostolepis assimilis)
  • Teiú (Tupinambis merianae)

Flora

Segundo pesquisas, existem na Mata Atlântica aproximadamente 20.000 espécies de vegetais, das quais cerca de 8 mil delas são endêmicas (somente existem naquele local).

A flora da mata atlântica corresponde a 35% das espécies existentes no Brasil. No total, estima-se que 200 espécies vegetais do Brasil estão ameaçadas de extinção, sendo que 117 delas são pertencentes à flora desse bioma.

Muito Diversificada, a flora da mata atlântica é composta por bromélias, begônias, orquídeas, ipê, palmeiras, quaresmeira, pau-brasil, cipós, briófitas, jacarandá, jatobá, peroba, jambo, jequitibá-rosa, imbaúba, cedro, canela, tapiriria, andira, ananás, figueiras, dentre outras.

Conheça também os outros biomas que fazem parte do Brasil: