Animais do Pantanal


O Pantanal é o menor bioma brasileiro, localizado nos estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e ainda, se estende por uma pequena parte do leste da Bolívia e do norte do Paraguai, donde é denominado de “Chaco”.

Importante destacar que o Pantanal é considerado a maior bacia inundável do mundo (planície aluvial), com 250 mil km2 de extensão, sendo um dos ecossistemas mais ricos do planeta em biodiversidade com cerca de 4.700 espécies conhecidas, dentre animais e vegetais.

O Pantanal, chamado de “reino das águas”, desempenha um importante papel na conservação da biodiversidade visto que designa um enorme reservatório de água doce o qual garante a riqueza e o equilíbrio ambiental desde a preservação das espécies, conservação do solo e estabilização do clima.

Sem espanto, o desmatamento para a construção de pastagens e a atividade agropecuária, tem sido os principais fatores para a destruição de diversos habitats e consequentemente da diminuição ou desaparecimento de determinadas espécies.

O Pantanal foi avaliado pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a educação, a ciência e a cultura) como Patrimônio Natural Mundial e Reserva da Biosfera

Para saber mais:

Fauna

Animais do PantanalTuiuiú

A fauna pantaneira é uma das mais ricas do planeta com espécies endêmicas (que somente se desenvolvem ali) e muitas que correm o risco de extinção, desde mamíferos, pássaros, peixes, répteis, anfíbios e insetos. Além disso, este local de tornou muito procurado para o tráfico de animais.

Segundo o Ministério do meio-ambiente, o bioma Pantanal mantêm 86,77% de sua cobertura vegetal nativa. A despeito de possuir muitas espécies, até o momento foram catalogadas: 263 espécies de peixes, 41 espécies de anfíbios, 113 espécies de répteis, 463 espécies de aves, 1.032 de borboletas, 132 espécies de mamíferos, donde 2 são endêmicas.

Alguns animais em risco de extinção no bioma são: onça-pintada (Panthera onca), onça-parda ou suçuarana (Puma concolor), cervo-do-pantanal (Blastocerus dichotomus), arara-azul-grande (Anodorhynchus hyacinthinus), lobo-guará (Chrysocyon brachyurus), ariranha (Pteronura brasiliensis), dentre outros. Segue abaixo alguns animais que fazem parte do bioma Pantanal.

Mamíferos

No bioma há cerca de 130 espécies de mamíferos sendo 2 delas endêmicas, entretanto, estudiosos afirmam que o bioma pantaneiro conta com mais de 300 espécies de mamíferos, o qual muitas até o momento não foram catalogadas.

  • Capivara (Hydrochoerus hydrochaeris)
  • Veado-catingueiro (Mazama gouazoubira)
  • Veado-campeiro (Ozotoceros bezoarticus)
  • Bugio-do-pantanal (Alouatta caraya)
  • Porco do mato (Pecari tajacu)
  • Tamanduá-bandeira (Myrmecophaga tridactyla)
  • Cachorro-do-mato (Speothos venaticus)
  • Anta (Tapirus kabomani)
  • Quati (Nasua nasua)
  • Tatu-canastra (Priodontes maximus)

Aves

A população de aves e insetos do pantanal é bem extensa, sendo que até o momento cerca de 460 aves estão catalogadas, entretanto, segundo a WWF, uma organização não governamental brasileira, há cerca de 650 aves das mais variadas espécies que compõem todo o bioma, número que ultrapassa os da América do Norte (cerca de 500). A ave Tuiuiú (Jabiru micteria), conhecida como jaburu, é a ave emblema do Pantanal.

  • Garça-branca (Egretta thula)
  • Gavião-preto (Buteogallus urubitinga)
  • Gavião-de-Penacho (Spizaetus ornatus)
  • Tucano-toco (Ramphastos toco)
  • Ema (Rhea americana)
  • Socozinho (Butorides striatus)
  • Jaçanã (Jacana jacana)
  • Carcará (Caracara plancus)
  • Curicaca (Theristicus caudatus)
  • Biguá (Phalacrocorax brasilianus)

Peixes

Muitos peixes fazem parte do bioma do pantanal desde rios, lagoas e corixos (pequenos rios que se formam na época das chuvas) presentes na região.

Segundo a Organização não governamental WWF, há mais peixes no Pantanal que na Europa toda (cerca de 200).

  • Piranha (Pygocentrus nattereri)
  • Pacu-caranha (Piaractus mesopotamicus)
  • Dourado (Salminus maxillosus)
  • Poraquê (Electrophorus electricus)
  • Pintado (Pseudoplatystoma corruscans)
  • Piraputanga (Brycon microlepis)
  • Cachara (Pseudoplatystoma fasciatum)
  • Curimbatá (Prochilodus lineatus)
  • Jaú (Zungaro jahu)
  • Piau (Leporinus piau)

Répteis

Cerca de 100 espécies de répteis compõem o bioma do Pantanal, donde se destacam os jacarés e as cobras.

  • Jacaré-do-pantanal (Caiman yacare)
  • Jacaré-de-papo-amarelo (Caiman latirostris)
  • Víbora-do-pantanal (Dracaena paraguayensis)
  • Sucuri-amarela (Eunectes notaeus)
  • Jiboia Constritora (Boa constrictor)
  • Tartaruga-do-pantanal (Acanthochelys macrocephala)
  • Calango (Dracaena paraguayensis)
  • Sinimbu (Iguana iguana)
  • Sururucu-do-pantanal (Hydrodynastes gigas)
  • Muçurana (Cloelia cloelia)

Flora

A vegetação do pantanal (aquática, semi-aquática e terrestre) é constituída por árvores de médio porte, gramíneas, plantas rasteiras e arbustos.

De acordo com a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuária) cerca de 3500 espécies de plantas já foram identificadas no bioma do pantanal, donde se destacam a aroeira, o ipê, a figueira, a palmeira e o angico, muitas delas com propriedades medicinais.

Conheça também os outros biomas que fazem parte do Brasil: