Animais do Pampa


O Pampa (Pampas, Campanha Gaúcha, Campos Sulinos ou Campos do Sul), um dos biomas do Brasil, corresponde a um dos ecossistemas mais ricos em relação à biodiversidade desde a fauna e a flora.

De origem quéchua (língua indígena da América do Sul), o termo “pampa” significa região plana e, no território brasileiro, está presente no estado do Rio Grande do Sul; já no exterior, pertence a uma parte do Uruguai e da Argentina.

Para saber mais: Pampa.

Fauna

Animais do PampaJacu

A fauna do Pampa é extensa, com espécies raras de animais do qual possui uma grande variedade de aves, mamíferos, artrópodes, répteis e anfíbios. São aproximadamente 400 aves e 100 mamíferos que fazem parte do bioma.

Nos pampas há grande variedade de insetos e de pequenos animais, o que favorece o crescimento dos pássaros, sendo assim considerada uma das regiões do planeta onde a fauna de pássaros está mais conservada.

Dentre os animais que vivem no Pampa, estão: jacu, saíra, macuco, jacutinga, corruíra-do-campo, papa-mosca-do-campo, quero-quero, joão-de-barro, sabiá-do-campo, pica-pau do campo, pica-pau-chorão, beija-flor-de-barba-azul, caboclinho-de-barriga-verde, perdigão, perdiz, gavião-chimango, caminheiro-de-espora, gaturamo-verdadeiro, tiê-sangue, araponga, sanhaço, ema, ratão-do-banhado, capivara, tatu-mulita, veado campeiro, lobo guará, graxaim, zorrilho, furão, preá, tuco-tuco, sapinho-de-barriga-vermelha, dentre outros.

Animais Endêmicos

Desses animais, muitas espécies são endêmicas, ou seja, espécies nativas que se desenvolvem somente naquela região e por isso, só existem naquele local do planeta.

De acordo com pesquisas, cerca de 40% dos animais são endêmicos da região dos pampas, desde mamíferos, aves, répteis, anfíbios e artrópodes.

Animais em Extinção

Muitas espécies de animais e plantas fazem parte do bioma pampa sendo que algumas delas estão ameaçadas de extinção:

Animais do PampaJaguatirica

  • Gato dos pampas (Leopardus pajeros): conhecido pelo nome de gato-palheiro, essa espécie de felino está ameaçada por causa da destruição de seu habitat, tráfico de animais e a caça para o comércio de peles.
  • Onça-pintada (Panthera onca): maior felino do continente americano e o terceiro maior do mundo, está em risco de extinção pela destruição de seu habitat e decorrente da caça para venda de peles.
  • Jaguatirica (Leopardus pardalis): o gato-do-mato ou maracajá, como é conhecido, está espalhado em todo continente americano e em alguns locais a espécie já está extinta, Nos pampas, corre risco de extinção devido à caça para a venda de peles e, ademais, pelo desmatamento e consequentemente a perda de seu habitat natural.
  • Caxinguelê (Sciurus aestuans): roedor de pequeno porte, chamado popularmente de serelepe, é um animal endêmico da América do Sul, sendo a única espécie de esquilo dos pampas. Sofre risco de extinção uma vez que seu habitat está sendo destruído pela ação humana.
  • Tamanduá (Myrmecophagidae): conhecidos popularmente pelo nome “papa-formigas” há duas espécies desse mamífero ameaçadas de extinção na região dos pampas: tamanduá-bandeira (Myrmecophaga tridactyla) e o tamanduá-mirim (Tamandua tetradactyla).

Além deles, outros animais sofrem risco de extinção na região dos pampas donde muitas espécies nativas estão desaparecendo com o desenvolvimento da agricultura e pecuária. Assim, as maiores ameaças para o desequilíbrio do bioma pampa é a expansão descontrolada da fronteira agrícola, a caça e a extração dos recursos naturais, sobretudo, da madeira (lenha).

Para saber mais: Animais em Extinção no Brasil, Rio Grande do Sul.

Flora

O bioma Pampa conserva cerca de 40% de sua cobertura vegetal nativa e, da mesma maneira que a fauna, a flora da pampa é bem extensa constituída de espécies endêmicas (somente se desenvolvem ali), raras e algumas em extinção.

No total, cerca de 3000 espécies de plantas compõem o bioma pampa, com 70 tipos de cactos, 100 tipos de árvores, 450 tipos de gramíneas e mais de 150 tipos são leguminosas, algumas delas: bromélia, orquídea, louro-pardo, cedro, cabreúva, canjerana, guajuvira, guatambu, grápia, campim-forquilha, grama-tapete, flechilhas, canafístula, brabas-de-bode, pau-de-leite, unha-de-gato, bracatinga, cabelos de-porco, angico-vermelho, caroba, babosa-do-campo, amendoim-nativo, trevo-nativo, cactáceas, timbaúva, araucárias, algarrobo, nhandavaí, palmeira anã.

Conheça também os outros biomas que fazem parte do Brasil: