Bronze


O bronze é uma liga metálica que apresenta em sua composição básica os elementos cobre e estanho. O seu nome deriva do persa biring, que significa cobre.

Existem diversos tipos de bronze que diferenciam-se pela presença de outros componentes, como: zinco, alumínio, níquel, fósforo, antimônio e chumbo.

Ao incluir esses elementos, o cobre adquire outras características como o aumento da resistência mecânica e dureza.

As principais características e propriedades do bronze são:

  • Coloração dourada;
  • Maleável;
  • Bom condutor de calor e eletricidade;
  • Alto ponto de fusão (900º C e 1000º);
  • Derrete com facilidade;
  • Grande resistência mecânica;
  • Resistente à corrosão;
  • Ductilidade.

Saiba mais, leia também:

Aplicações

Objetos de bronze
Objetos produzidos a partir do bronze​​​

O bronze foi uma das primeiras ligas metálicas a ser produzida pelo homem, em um período conhecido por Idade do Bronze, há 3.000 anos atrás.

Esse período que ocorreu em várias civilizações e em diferentes momentos, consistiu no desenvolvimento do bronze e na produção de utensílios, como armas e ferramentas, a partir desse material, o qual era mais resistente do que os usados até então.

Conheça também sobre a Idade dos Metais.

Alguns fatores fazem com que o bronze seja utilizado em inúmeras atividades e objetos, são eles: resistência à corrosão e a possibilidade de ser facilmente polido.

Além disso, quando polido adquire coloração parecida com o ouro, tornando-se um bom material para elaboração de esculturas e ornamentos de decoração. Uma outra vantagem é que os restos das peças podem ser fundidas novamente e reaproveitadas, com facilidade de moldar.

Devido à sua versatilidade, o bronze é encontrado em uma grande variedade de instrumentos como sinos, peças para automóveis e motores, hélices, parafusos, tubos, objetos de decoração, moedas, estátuas, instrumentos musicais, joias e armas.

Uma das suas utilizações mais conhecidas é a medalha de bronze olímpica.

Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.