Ligas metálicas


As ligas metálicas são materiais formados pela mistura de dois ou mais componentes, dos quais pelo menos um é metal. O metal deve, ainda, ser encontrado em maior quantidade na mistura.

Elas são criadas a partir do aquecimento entre os componentes da liga até os seus respectivos pontos de fusão, de modo conjunto ou isolado, seguido de esfriamento e solidificação.

As ligas se caracterizam por fornecer ou modificar propriedades que os metais não apresentam. Dentre estas características destacam-se:

  • Condutividade elétrica e térmica;
  • Resistência à corrosão;
  • Brilho;
  • Resistência mecânica;
  • Temperatura de fusão.

Desse modo, as ligas oferecem propriedades que os metais isoladamente não possuem, contribuindo para que possam ser utilizados em diversas finalidades.

Produção de liga metálica
Produção de liga metálica

Tipos e exemplos

As ligas metálicas são divididas em:

  • Ligas metálicas ferrosas: Apresentam o ferro como principal constituinte. Em geral, apresentam facilidade de sofrer corrosão. Exemplos: aço e ferro fundido.
  • Ligas metálicas não-ferrosas: Como o nome indica, não apresentam ferro. São mais resistentes à corrosão. Exemplos: ligas de alumínio, bronze, latão e amálgama.

Aço

O aço é uma liga de ferro carbono, visto que é formado basicamente pelos dois elementos: ferro (98,5%) e carbono (0,5 a 1,7%), além de pequenas quantidades de silício, enxofre e fósforo.

Ele é usado para fabricação de estruturas metálicas, especialmente da construção civil, que tendem a sofrer mais tração. Também é encontrado em panelas, pregos, parafusos, portas, portões e palhas de aço.

Aço inox

O aço inox é formado a partir do aço comum e apresenta ainda cromo e níquel.

A sua principal característica é que não enferruja, condição importante para evitar a corrosão dos materiais metálicos. Assim, é um bom material para produção de utensílios domésticos, instrumentos da construção civil e peças para automóveis e indústrias.

Bronze

O bronze é uma liga metálica que têm como principais elementos o cobre e estanho. Pode ainda apresentar alumínio, silício e níquel.

É usado para produção de equipamentos industriais, ferramentas, conexões hidráulicas e objetos decorativos. Por muito tempo foi ainda utilizado na composição de moedas.

Ouro 18 quilates

O ouro 18 quilates é formado por ouro (75%), prata (13%) e cobre (12%). Essa composição garante a dureza, resistência, durabilidade e brilho, condições que permitem a utilização para produção de peças de joalheria.

O ouro puro é bastante maleável e por isso não é utilizado na produção de joias, sendo necessário acrescentar outros metais. O termo quilate refere-se à quantidade de ouro presente na liga.

Latão

O latão apresenta em sua composição cobre (67%) e zinco (33%). Caracteriza-se por ser uma liga maleável, brilhosa e boa condutora elétrica e térmica.

É usado na produção de armas, munições, aparelhos médicos, parafusos, porcas, dobradiças, chaves, molas, metais sanitários e bijuterias.

Amálgama

A amálgama possui em sua constituição prata (70%), estanho (18%), cobre (10%) e mercúrio (2%). A sua principal aplicação é para obturações dentárias.

Saiba mais, leia também:

Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.