Exercícios sobre classificação dos seres vivos

Carolina Batista

Teste seus conhecimentos com 10 questões sobre a classificação dos seres vivos e utilize os comentários após o gabarito para tirar as suas dúvidas.

Questão 1

A classificação biológica, também chamada de taxonomia, é um sistema que agrupa os seres vivos de acordo com:

a) O ancestral mais próximo e padrões observados
b) O maior número de espécies e o ecossistema
c) A forma como se alimentam e o habitat
d) Características comuns e relações de parentesco evolutivo

Alternativa correta: d) Características comuns e relações de parentesco evolutivo.

A taxonomia (taxis = arranjo, ordem; nomos = lei) realiza a descrição e nomenclatura dos seres vivos através das características comuns e relações de parentesco evolutivo.

Esse sistema de classificação foi criado devido à necessidade de ordenar e classificar as espécies conhecidas.

A classificação leva em consideração, por exemplo, aspectos morfológicos, genéticos, fisiológicos e reprodutivos, associados ao parentesco evolutivo.

Questão 2

Uma espécie pode ser definida como:

a) Um ser vivo com diferenciação morfológica.
b) Um tipo de animal ou vegetal.
c) Um conjunto de organismos semelhantes, que compartilham características exclusivas entre si.
d) Uma comunidade de seres vivos que habita num mesmo lugar.

Alternativa correta: c) Um conjunto de organismos semelhantes, que compartilham características exclusivas entre si.

A espécie é a unidade da classificação dos seres vivos. Esses organismos são seres capazes de reproduzir e gerar descendentes.

Sendo assim, uma espécie é um grupo de indivíduos que, além das características morfológicas que os tornam visivelmente semelhantes, apresentam a capacidade de reprodução entre si.

Questão 3

Indique a ordem decrescente de classificação biológica.

a) Reino ⇒ Ordem ⇒ Classe ⇒ Filo ⇒ Gênero ⇒ Família ⇒ Espécie
b) Reino ⇒ Filo ⇒ Classe ⇒ Ordem ⇒ Família ⇒ Gênero ⇒ Espécie
c) Reino ⇒ Família ⇒ Ordem ⇒ Classe ⇒ Filo ⇒ Gênero ⇒ Espécie
d) Reino ⇒ Filo ⇒ Gênero ⇒ Ordem ⇒ Família ⇒ Classe ⇒ Espécie

Alternativa correta: b) Reino ⇒ Filo ⇒ Classe ⇒ Ordem ⇒ Família ⇒ Gênero ⇒ Espécie.

Karl von Linée desenvolveu em 1735 um sistema com 7 categorias taxonômicas, que ficou conhecido como taxonomia de Lineu e é organizado da mais abrangente classificação para mais restrita da seguinte forma:

Reino ⇒ Filo ⇒ Classe ⇒ Ordem ⇒ Família ⇒ Gênero ⇒ Espécie.

Por exemplo, a classificação biológica de um cachorro doméstico é:

Reino – Animalia
Filo – Chordata
Classe – Mammalia
Ordem – Carnivora
Família – Canidae
Gênero – Canis
Espécie – Canis familiaris

Saiba mais sobre a classificação dos seres vivos.

Questão 4

Quais são os 5 reinos em que os seres vivos são classificados?

a) Animalia, Plantae, Fungi, Protista e Eukarya.
b) Animalia, Plantae, Fungi, Eubacteria e Monera.
c) Animalia, Plantae, Fungi, Vírus e Archaea.
d) Animalia, Plantae, Fungi, Protista e Monera.

Alternativa correta: d) Animalia, Plantae, Fungi, Protista e Monera.

Os 5 Reinos foi uma classificação proposta em 1969 por Whittaker. São eles:

Animalia: organismos heterótrofos, eucariontes e pluricelulares.
Plantae: organismos eucariontes, autótrofos e clorofilados.
Fungi: organismos eucariontes unicelulares ou pluricelulares.
Protista: organismos eucariontes, autótrofos ou heterótrofos e unicelulares ou pluricelulares.
Monera: organismos procariontes, unicelulares, autótrofos ou heterótrofos.

Note que os vírus não estão incluídos nessa classificação, pois são seres acelulares. A classificação em 5 Reinos leva em consideração, principalmente, o tipo de nutrição e a organização celular.

Outra forma de classificar os seres vivos é através de 3 domínios, com base nas características bioquímicas:

Archaea: organismos quimiotróficos e procariontes
Bacteria: organismos unicelulares e procariontes
Eukarya: organismos eucariontes

Questão 5

Sobre as árvores filogenéticas é correto afirmar que:

a) Representam o parentesco entre membros indefinidos.
b) Representam as relações de parentesco evolutivo.
c) Representam a genealogia dos seres vivos com diferenças morfológicas.
d) Representam a junção entre espécies distintas de um ecossistema.

Alternativa correta: b) Representam as relações de parentesco evolutivo.

As ramificações apresentadas em uma árvore filogenética demonstram como ocorreu a evolução das espécies com o passar do tempo.

Essa descrição é importante para o estudo da história das espécies através de uma representação gráfica.

Um cladograma é um tipo de árvore filogenética, sem descrever o tempo decorrido. Observe no esquema a seguir.

Cladograma

Raiz: provável grupo ou espécie ancestral.
Nó: indica um evento cladogenético.
Ramo: conduzem a um ou mais grupos terminais.

Saiba mais sobre a Filogenia e Teoria da Evolução.

Questão 6

Relacione corretamente as duas colunas abaixo.

I. Animais
II. Vegetais
III. Protistas
IV. Fungos
V. Bactérias
VI. Vírus

( ) compreendem os protozoários e as algas.
( ) São parasitas intracelulares
( ) compreende as bactérias e as cianobactérias (algas azuis ou cianofíceas).
( ) cogumelos, mofos, orelhas de pau, líquens são exemplos desse reino.
( ) é formado por organismos autótrofos (produzem seu próprio alimento) e clorofilados.
( ) são seres que apresentam capacidade de locomoção e grande parte gera descendentes por reprodução sexuada.

A sequência correta é:

a) I; II; III; IV; V; VI
b) III; V; II; I; IV; IV
c) II; V; IV; VI; III; I
d) I; IV; V; VI; III; II
e) III; VI; V; IV; II; I

Resposta correta: e) III; VI; V; IV; II; I.

Os animais são seres que apresentam capacidade de locomoção e grande parte gera descendentes por reprodução sexuada.

Os vegetais são organismos autótrofos (produzem seu próprio alimento) e clorofilados.

Os protistas compreendem os protozoários e as algas.

Os fungos são representados por cogumelos, mofos, orelhas de pau e líquens.

As bactérias são representadas por bactérias e as cianobactérias (algas azuis ou cianofíceas).

Os vírus são parasitas intracelulares.

Questão 7

(PUC-RJ) O lobo-guará e a onça são dois exemplares da nossa fauna ameaçados de extinção. O diagrama a seguir mostra as principais categorias taxonômicas a que pertencem estes animais:

Lobo-guará: Cordado > mamífero > carnívoro > canídeo > Chrysocyon > C. brachyurus Onça parda: Cordado > mamífero > carnívoro > felídeo > Felis > F. concolor

A análise do diagrama permite dizer que os dois animais estão próximos na mesma categoria até:

a) classe.
b) filo.
c) família.
d) gênero.
e) ordem.

Alternativa correta: e) ordem.

A classificação taxonômica segue a ordem Reino ⇒ Filo ⇒ Classe ⇒ Ordem ⇒ Família ⇒ Gênero ⇒ Espécie.

Portanto, podemos dizer que o lobo-guará e a onça são seres que estão próximos na mesma categoria até ordem, carnívora, que agrupa os animais que se alimentam de carne e gordura.

Questão 8

(FUVEST) Considere as seguintes características atribuídas aos seres vivos:

I. Os seres vivos são constituídos por uma ou mais células.
II. Os seres vivos têm material genético interpretado por um código universal.
III. Quando considerados como populações, os seres vivos se modificam ao longo do tempo.

Admitindo que possuir todas essas características seja requisito obrigatório para ser classificado como “ser vivo”, é correto afirmar que:

a) os vírus e as bactérias são seres vivos, porque ambos preenchem os requisitos I, II e III.
b) os vírus e as bactérias não são seres vivos, porque ambos não preenchem o requisito I.
c) os vírus não são seres vivos, porque preenchem os requisitos II e III, mas não o requisito I. d) os vírus não são seres vivos, porque preenchem o requisito III, mas não os requisitos I e II. e) os vírus não são seres vivos, porque não preenchem os requisitos I, II e III.

Alternativa correta: c) os vírus não são seres vivos, porque preenchem os requisitos II e III, mas não o requisito I.

Os vírus são seres constituídos de material genético, DNA ou RNA, envolvido por uma capa protetora, portanto são seres acelulares.

São conhecidos como parasitas intracelulares, pois só desempenham suas funções em uma organismo hospedeiro. Esses organismos apresentam alto poder de mutação.

Saiba mais sobre os seres vivos e seres não vivos.

Questão 9

(Unicamp-SP) De acordo com o sistema binomial de nomenclatura estabelecido por Linnaeus, o nome científico Felis catus aplica-se a todos os gatos domésticos, como angorás, siameses, persas, abissínios e malhados. O gato selvagem (Felis silvestris), o lince (Felis lynx) e o puma ou suçuarana (Felis concolor) são espécies relacionadas ao gato.

a) A que gênero pertencem todos os animais mencionados?

Resposta correta: gênero Felis.

b) Por que todos os gatos domésticos são designados por um mesmo nome científico?

Resposta correta: Porque pertencem à mesma espécie.

c) Qual dos nomes a seguir designa corretamente a família a que pertencem esses animais: Felinaceae, Felidae, Felini, Felinus ou Felidaceae? Justifique.

Resposta correta: Felidae, pois nomenclaturas terminadas em "idae" correspondem ao nome da família de acordo com o sistema de classificação.

Questão 10

(PUC-RIO). Considerando que todos os seres vivos necessitam de uma fonte de carbono para construir suas moléculas orgânicas, a diferença essencial entre os autotróficos e heterotróficos, respectivamente, é:

a) usar carbono orgânico e carbono inorgânico.
b) usar carbono inorgânico e carbono orgânico.
c ) usar carbono da água e do ar.
d) usar metano e gás carbônico.
e) realizar respiração aeróbia e fermentação.

Alternativa correta: b) usar carbono inorgânico e carbono orgânico.

Seres autotróficos são os que possuem a capacidade de produzir seu próprio alimento. Esses organismos, geralmente verdes por causa do pigmento clorofila, utilizam o gás carbônico (CO2) da atmosfera como fonte de carbono, que é um carbono inorgânico, no processo de fotossíntese para obter nutrientes e energia.

Seres heterotróficos conseguem nutrientes e energia ao se alimentar de outros seres vivos, aproveitando suas fontes de carbono, portanto carbono orgânico.

Continue testando seus conhecimentos com as listas:

Carolina Batista
Carolina Batista
Técnica em Química pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (2011) e Bacharelada em Química Tecnológica e Industrial pela Universidade Federal de Alagoas (2018).