Glicocálix

Lana Magalhães

O glicocálix ou glicocálice é um envoltório externo à membrana plasmática presente em células animais e de alguns protozoários.

O glicocálix consiste em uma cobertura de açúcar ligada em proteínas, com espessura de 10 a 20 nm, que envolve a célula e lhe confere proteção. Essa cobertura é constantemente renovada pelas células.

O termo glicocálix deriva do grego glykys, açúcar, e do latim calyx, casca.

É comum as células apresentarem envoltórios externos à membrana plasmática que possuem funções específicas. Os principais envoltórios são o glicocálix e a parede celular. A parede celular é encontrada em células vegetais, bactérias e fungos.

Composição do Glicocálix

O glicocálix é composto por glicolipídios (carboidratos associados com lipídios) e glicoproteínas (carboidratos associados com proteínas), produzidos e renovados pela própria célula.

Funções do Glicocálix

Entre as funções do glicocálix estão:

Proteção mecânica e contra agressões químicas e físicas. Por exemplo, o glicocálix das células da mucosa intestinal fazem a proteção contra os efeitos das enzimas digestivas.

O glicocálix confere um microambiente específico para a célula. Por constituir uma espécie de malha que envolve as células, ele retêm substâncias que possam alterar condições naturais de acidez e salinidade.

Um exemplo é o glicocálix das células dos rins, que atua como um filtro, selecionando as substâncias que entram na célula.

Reconhecimento celular, as células iguais apresentam a mesma composição no glicocálix, o que permite que se reconheçam. Isso também favorece a adesão entre as células.

Os oligossacarídeos (união de dois a dez monossacarídeos) presentes no glicocálix das hemáceas determinam os grupos sanguíneos do sistema ABO.

Saiba mais, leia também:

Parede Celular
Membrana Plasmática

Lana Magalhães
Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.