Liga Hanseática


A “Liga Hanseática” ou “Hansa Germânica” (em alemão, "Die Hanse") foi uma organização político-econômica criada em finais do século XII na Alemanha, representada pela aliança entre as cidades livres mercantis do norte europeu sobretudo, próximas ao Mar do Norte e Mar Báltico, ou seja, das rotas comerciais.

Resumo

Considerada uma das mais importantes Hansas do período do Renascimento (final da Idade Média e início da Idade Moderna), a Liga Hanseática surgiu em finais do século XII e durou até o começo da Guerra dos Trinta Anos (1618-1648), no século XV.

A Liga Hanseática, criou e organizou um sistema de leis marítimas e comerciais as quais influenciaram diretamente o sistema econômico europeu da época, sendo propiciada pelo desenvolvimento do comércio e das cidades (Renascimento Urbano-Comercial), abertura e surgimento de novas rotas comerciais, bem como o declínio do sistema imperial na Alemanha.

Os membros da Liga Hanseática, formado principalmente por comerciantes, estavam pautados no sistema de monopólio comercial, da mesma forma que compartilhavam interesses em comum, além de todos os privilégios mercantis, desde direitos de entradas e saída de mercadorias e segurança.

Lubeck, na Alemanha, era a capital de fundação da Hansa, posto que estava localizada estrategicamente na rota comercial hanseática; embora Bremen, Colônia e Hamburgo foram cidades centrais mercantis que permaneceram unidas à Hansa durante muitos anos. Tão forte foi a Liga Hanseática que no século XIV estava composta por aproximadamente cem cidades, das quais a maioria era alemã.

No entanto, além das cidades alemãs, outros centros que fizeram parte da Liga hanseática foram: Londres (Reino Unido), Bordeaux e Nantes (França), Bergen (Noruega), Bruges (Bélgica), Cracóvia e Varsóvia (Polônia), Groningen (Países Baixos), Novgorod (Rússia), Praga (República Tcheca), Reval (Estônia), Riga (Letônia), Veneza (Itália).

A grosso modo, junto às Guildas Medievais e as Corporações de Oficio, as Hansas, associações de mercadores que tratavam dos assuntos relacionadas aos desenvolvimentos das profissões e do comércio, fortaleceram e organizaram as relações comerciais e econômicas europeias.

No século XIV, alguns países estavam insatisfeitos com os boicotes e monopólio comercial da Liga Hanseática, de forma que em 1370, o rei dinamarquês fechou o canal do Mar Báltico. Esse ato, não resultou na contenda entre as partes, visto que foi assinado um Tratado de Paz com a Dinamarca, evitando o confronto.

Para saber mais: Guildas Medievais e Corporações de Ofício