Questões sobre Revolução Russa

Juliana Bezerra

A Revolução Russa de 1917 foi um fato crucial na história mundial, pois pela primeira vez, as ideias socialistas chegavam ao poder num país.

Trata-se, portanto, de um conteúdo muito presente nos vestibulares e no Enem, onde o candidato deve estar atento tanto para os fatos históricos como para as interpretações em torno da Revolução Russa.

Selecionamos uma série de questões sobre esse tema com gabarito comentado para você se preparar.

Bons estudos!

Questão 1

(F. M. Santa Casa/SP) A revolução de fevereiro de 1917, na Rússia, pode ser caracterizada como:

a) uma luta encabeçada por Lenin para estabelecer um estado soviético.
b) uma reação da Igreja Ortodoxa contra a prepotência de Rasputin.
c) um conflito de inspiração rural a fim de apoiar os mujiques.
d) um movimento de caráter burguês com o objetivo de depor o czar Nicolau II.
e) um esforço de intelectuais, comprometidos com as ideias anarquistas de Bakunin.

Alternativa correta: d) um movimento de caráter burguês com o objetivo de depor o czar Nicolau II.

A Revolução de Fevereiro de 1917 foi realizada pelos burgueses e de oficiais do Exército descontentes com a participação da Rússia na Primeira Guerra.

A opção "b" está errada, pois a Igreja Ortodoxa se posicionou contra este movimento. A opção "c" e "e" estão erradas, porque ainda não havia a liderança de Lenin, nem a participação em grande número de camponeses e muito menos os ideias anarquistas de Bakunin.

Questão 2

(UFMG) Com relação ao processo revolucionário russo que culminou com a tomada do poder pelos bolcheviques em 1917, pode-se afirmar que:

a) Na fase denominada Comunismo de Guerra, uma das primeiras medidas tomadas por Lenin foi a nacionalização dos bancos e das principais indústrias.
b) O governo provisório liderado por Kerensky, tão logo assumiu o poder retirou a Rússia da Guerra através do Tratado de Brest-Litovsky
c) O lema “Paz, Terra e Pão” adotado por Stalin, foi fundamental para a mobilização do campesinato e seu engajamento na luta ao lado dos mencheviques.
d) Na guerra civil entre brancos e vermelhos, os brancos receberam auxílio de mercenários de toda a Europa, recrutados por países capitalistas.
e) Na fase da NEP (Nova Política Econômica) houve estatização definitiva de todas as indústrias bem como a proibição da entrada de técnicos estrangeiros.

Alternativa correta: a) Na fase denominada Comunismo de Guerra, uma das primeiras medidas tomadas por Lenin foi a nacionalização dos bancos e das principais indústrias.

O objetivo do Comunismo de Guerra era canalizar todos os bens produtivos para resolver os problemas da sociedade russa naquele momento.

As outras alternativas estão incorretas. A opção "b" afirma que Kerensky assumiu através do Tratado de Brest-Litovsky enquanto este acordo foi o que pôs fim à guerra entre Alemanha e Rússia.

Na opção "c" é preciso lembrar que não havia a liderança de Stalin neste momento. Já na opção "d", os "brancos" não receberam ajuda de toda Europa.

Finalmente, na opção "e", a NEP recuperou algumas práticas capitalistas como a autorização para o funcionamento de empresas particulares.

Questão 3

(UEFS) Uma política foi sendo aos poucos colocada em prática, desde 1919, pelos países vencedores na Primeira Guerra Mundial: não intervir, porém conter o bolchevismo. Formar uma “barragem contínua”, apoiando-se no exército polonês e no exército romeno. Era o primeiro esboço do mais tarde chamado “cordão sanitário”.

(Jean-Jacques Becker. O Tratado de Versalhes, 2011. Adaptado.)

O historiador alude, implicitamente,

a) à irrelevância da revolução russa nas relações internacionais.
b) à ausência de plano no combate dos capitalistas ao socialismo soviético.
c) à aliança entre nações capitalistas e forças czaristas no combate ao socialismo.
d) à defesa pelo Ocidente das liberdades democráticas nos estados socialistas.
e) à consolidação da revolução socialista na Rússia soviética.

Alternativa correta: e) à consolidação da revolução socialista na Rússia soviética.

O autor faz uma menção implícita ao sucesso da Revolução Russa. Afinal, os países capitalistas temiam que as ideias socialistas influenciassem seus governos e os derrubassem. A ideia era isolar a Rússia reforçando as fronteiras da Europa do Leste, algo que foi chamado de "cordão sanitário".

Questão 4

(PUC-Campinas)

"... derrotas na guerra, deserções, motins militares contra os superiores, greves nas fábricas, falta de gêneros alimentícios e combustíveis nas principais cidades, queda na produção, aviltamento dos salários, incapacidade governamental, desemprego e crescente miséria das massas."

O quadro descrito no texto conduziu à:

a) crescente insatisfação da burguesia russa em relação ao governo do Czar.
b) entrada da Rússia na I Grande Guerra.
c) rebelião Boxer na China em 1900.
d) Segunda Guerra Mundial em 1939.
e) Revolução Russa em 1917.

Alternativa correta: e) Revolução Russa em 1917

Esta opção descreve o momento que passavam os russos em 1917: fracasso na Primeira Guerra, fome, miséria e indisciplina no Exército. Tudo isso levou às revoltas que culminaram na mudança de regime em 1917.

As demais alternativas não estão corretas, pois todas as opções não encaixam com a primeira características apontada no texto acima "derrotas na guerra".

Questão 5

(PUC/SP) O Estado Soviético, formado após a Revolução Russa, cuidou de expurgar da cultura desse país toda e qualquer manifestação artística que estivesse, no entendimento das autoridades, associada ao chamado "espírito burguês". Foi criada, então, uma política cultural que decretava como arte oficial apenas as expressões que servissem de estímulo para a ideologia do proletariado.

Dessa forma, foi consagrado um estilo conhecido por:

a) expressionismo soviético - que, através de uma orientação estética intimista, procurava expor a "alma inquieta dos povos eslavos", que passaram a integrar a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas.
b) abstracionismo proletário - que, através da decomposição geométrica do real, exprimia a "ordenação sincrônica da sociedade comunista".
c) realismo socialista - que, através de composições didáticas, esteticamente simplificadas, procurava enaltecer a "combatividade, a capacidade de trabalho e a consciência social" do povo soviético.
d) romantismo comunista - que, através de um figurativismo apenas sugestivo, procurava realizar a "idealização do mujique", o camponês russo típico, como representante das raízes culturais russas.
e) concretismo operário - que, através de uma concepção criadora autônoma - não resultante de modelos -, utilizava elementos visuais e táteis, com o objetivo de mostrar a "prevalência do concreto sobre o abstrato"- ideia básica no materialismo dialético.

Alternativa correta: c) realismo socialista - que, através de composições didáticas, esteticamente simplificadas, procurava enaltecer a "combatividade, a capacidade de trabalho e a consciência social" do povo soviético.

O realismo socialista buscava ser uma arte acessível a todos, independente do grau de instrução que tivessem. Por isso, preferiram as formas simples, obras de grandes dimensões e sempre com temática política para reforçar a adesão ao novo regime.

Questão 6

(UFV/MG) Sobre a Revolução Russa, iniciada em 1917, é INCORRETO afirmar que:

a) a Revolução de Fevereiro permitiu a chegada dos Soviets ao poder.
b) a Revolução de Outubro foi marcada pela execução do Czar e de sua família.
c) a atuação do país na I Guerra Mundial aumentou os problemas internos, como a fome.
d) o Comunismo de Guerra estabeleceu rígido controle sobre a produção e o consumo.

Alternativa correta: a) a Revolução de Fevereiro permitiu a chegada dos Soviets ao poder.

A Revolução de Fevereiro foi um movimento de caráter burguês que pretendia tirar o Czar do trono, mas não reformá-lo profundamente. Foi a Revolução de Outubro que permitiu a chegada dos Soviets ao poder e a realização de mudanças radicais no país.

Questão 7

(FURG/RS) No movimento revolucionário russo de 1917, o soviet consistia em:

a) uma organização sindical socialista.
b) uma organização militar estalinista.
c) um comitê formado por camponeses rebeldes, operários e soldados.
d) um conselho burocrático popular.
e) uma milícia formada por cossacos.

Alternativa correta: c) um comitê formado por camponeses rebeldes, operários e soldados.

Os sovietes ou conselhos de operários foram uma das primeiras instituições criadas pelo governo revolucionário. Formado por pessoas de vários segmentos sociais, os sovietes tinham como objetivo a administração de fábricas, territórios e até da justiça.

Portanto, as outras opções não se encaixam nesta definição e estão erradas.

Questão 8

(UESPI) A Primeira Guerra Mundial e a Revolução Bolchevique de 1917 são parte do mesmo contexto de conflagração militar e política. Portanto, é correto afirmar que:

a) A revolução de outubro de 1917 foi induzida de fora para dentro da Rússia, sendo apoiada sobretudo por generais cansados da guerra estrangeira contra a Alemanha.
b) O desfecho da revolução guarda estreita relação com o desenrolar da guerra, notadamente os fracassos militares do exército do czar, que permitiu a morte de milhões de russos.
c) O comunismo germânico acabou por se disseminar pela Rússia invadida, triunfando depois como movimento revolucionário local.
d) A proclamação da República de Weimar, nas fronteiras russas, desperta o sentimento republicano, e também socialista, no povo russo, que proclamará a república soviética.
e) O czar da Rússia aliou-se aos inimigos externos da Tríplice Aliança, e, internamente, entregou “todo o poder aos sovietes”.

Alternativa correta: b) O desfecho da revolução guarda estreita relação com o desenrolar da guerra, notadamente os fracassos militares do exército do czar, que permitiu a morte de milhões de russos.

As derrotas militares na Primeira Guerra fizeram crescer a necessidade de mudança de regime político na Rússia. Por isso, ambos movimentos não podem ser entendidos em separado e consistem a face da mesma moeda.

As demais opções são extremamente fantasiosas e não correspondem aos fatos históricos do período.

Questão 9

(UNISA/SP)

1. Fica abolida a propriedade privada da terra, sem qualquer indenização.
2. Todas as grandes propriedades territoriais, todas as terras pertencentes à Coroa, às ordens religiosas, à Igreja, compreendendo o gado, o material agrícola e os edifícios com todas as suas dependências, ficam à disposição dos comitês distritais agrários e de camponeses até a reunião da Assembleia Constituinte.

(John Reed. Dez dias que abalaram o mundo, 2002.)

O texto faz referência

a) aos decretos nazistas de expropriação dos bens da população judaico-alemã no final da década de 1930.
b) às propostas do presidente Roosevelt para combater a Grande Depressão causada pela crise de 1929.
c) às medidas adotadas pelo partido bolchevique após a tomada do poder na Rússia em 1917.
d) à Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão elaborada durante a Revolução Francesa de 1789.
e) às Reformas de Base propostas pelo presidente João Goulart em seu comício realizado em março de 1964.

Alternativa correta: c) às medidas adotadas pelo partido bolchevique após a tomada do poder na Rússia em 1917.

O texto é a descrição dos artigos promulgados logo após a Revolução Russa, em outubro de 1917. Não poderiam ser as demais alternativas porque cita "Coroa", algo que não existia nos países das opções a,b e "e".

Por sua vez, não poderia ser o item "d" porque a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão não tinha como objetivo a expropriação dos bens, apenas indicar direitos que todas as pessoas deveriam possuir.

Questão 10

(FMJ/SP) A Revolução Russa de outubro/novembro de 1917 implantou no país um regime socialista baseado nas ideias marxistas de Estado proletário. No entanto, além da classe operária, outro grupo social participou ativamente da luta pela queda do governo czarista. Foi

a) a burguesia, buscando desatrelar seu desenvolvimento da ajuda francesa.
b) o campesinato, explorado e sofrendo os efeitos da 1.ª Grande Guerra.
c) a nobreza, contrariada com a interferência das potências estrangeiras no país.
d) o clero, descontente com a influência do monge Rasputin nas decisões políticas.
e) a intelectualidade, partidária da implantação do liberalismo econômico na Rússia.

Alternativa correta: b) o campesinato, explorado e sofrendo os efeitos da 1.ª Grande Guerra.

Ao contrário da Revolução de 1905 e até mesmo da Revolução de Fevereiro de 1917, a Revolução de Outubro de 1917 contou com a ajuda dos camponeses, pois estes já estavam no limite da exploração e da carência por conta da Primeira Guerra.

As demais alternativas não se enquadram porque são os grupos que foram contra a revolução: burguesia, nobreza e clero.

Por sua vez, o item "e" não condiz com a realidade porque nem todos os intelectuais defendiam o liberalismo econômico.

Questão 11

Leia abaixo a descrição que Alexander Kerensky faz sobre o czar Nicolau II, em fevereiro de 1917.

“Em cada uma das curtas e esporádicas visitas a Tsárkoye Seló, tentava adivinhar o caráter do ex-czar e entendi que nada nem ninguém lhe interessavam exceto seus filhos. Sua indiferença em relação ao mundo exterior me parecia quase artificial (...). Retirou-se do poder como alguém tira uma roupa de cerimônia para se vestir com a de casa”, escreveu Kerensky.

In Romanov, crónica de un final: 1917-1918. Editorial Páginas de Espuma. 2018.

Qual foi o destino do czar Nicolau II após a Revolução de Fevereiro?

a) O monarca e sua família conseguiram se exilar na Alemanha de onde vinha sua esposa, a imperatriz Alexandra.
b) O czar Nicolau II abdicou e foi preso num de seus palácios com toda sua família.
c) Com a invasão da Rússia, pelo Exército Branco, o czar conseguiu escapar para a Inglaterra.
d) O czar e sua família foram presos e seriam fuzilados pelos revolucionários.

Alternativa correta: b) O czar Nicolau II abdicou e foi preso num de seus palácios com toda sua família.

Depois da Revolução de Fevereiro, o governo de Kerensky tentou, sem sucesso, retirar a família imperial da Rússia. Desta forma, eles foram feitos prisioneiros num dos palácios até resolverem o que seria feito com eles.

a) ERRADA. Eles não conseguiram se exilar na Alemanha.
c) ERRADA. O exército branco foi formado depois da Revolução de Outubro e não de Fevereiro. De qualquer maneira, este exército não conseguiu ajudar o czar e sua família.
d) ERRADA. Tais fatos só ocorreriam depois da Revolução de Outubro.

Questão 12

O historiador Eric Hobsbawm, em livro que trata da historiografia da Revolução Francesa, assinala que "a luta da década de 1920 na União Soviética foi conduzida com acusações mútuas tiradas da Revolução Francesa", e cita a frase de um comunista francês que, tendo convivido em Moscou com revolucionários russos, ao voltar para a França, em 1920, declarou maravilhado: "Eles conhecem a Revolução Francesa melhor do que nós!"

(Hobsbawm, 1996, pp. 73 e 62). In Florenzano, Modesto. A Revolução Russa em perspectiva histórica e comparada. Lua Nova.no.75.São Paulo.2008.

Tanto a Revolução Francesa quanto a Revolução Russa são muito comparadas. Quais seriam as semelhanças entre os dois acontecimentos?

a) Inspiração nas ideias iluministas e a rejeição às ideias clericais.
b) Equiparação de homens e mulheres e o assassinato dos reis.
c) Intromissão direta do Exército na vida política e fim da interferência religiosa.
d) Deposição da família reinante e a ascensão de uma nova classe econômica ao poder.

Alternativa correta: d) Deposição da família reinante e a ascensão de uma nova classe econômica ao poder.

Nas duas revoluções observamos que os monarcas foram depostos e a burguesia ocupou o lugar da aristocracia no governo.

a) ERRADA. Somente a Revolução Francesa foi inspirada nas ideias iluministas, mas ambas tinham um forte componente anticlerical.
b) ERRADA. As duas revoluções assassinaram os reis: Luís XVI, na França e o czar Nicolau II, na Rússia. Porém, as mulheres não tiveram seus direitos equiparados aos homens no caso da Revolução Francesa.
c) ERRADA. Em nenhuma das Revoluções o Exército se intrometeu diretamente na vida política, mas em ambas, verificamos o fim da interferência religiosa.

Temos mais texto para você sobre o assunto:

Juliana Bezerra
Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.