Unasul - União das Nações Sul-Americanas


A União das Nações Sul-Americanas (Unasul) é uma organização intergovernamental que foi criada em 2008.

O principal objetivo é estreitar os laços entre os países da América do Sul e potencializar sua integração com vistas no desenvolvimento social, econômico e cultural.

Bandeira Unasul

Bandeira da Unasul

A ideia dessa integração não é nova e vem sendo debatida desde o século XIX, sobretudo, após a independência dos países da América do Sul.

No início dos anos 90 temos a criação do Mercosul; e em 2004 a proposta de criação da Comunidade Sul-americana de Nações. No entanto, essa última foi sendo lapidada e por fim, transformou-se na Unasul em 2008.

Uma vez que a Unasul foi criada recentemente, ainda não é possível mensurar seu impacto nos países envolvidos.

A sede do secretariado está localizada em Quito, no Equador, e a sede do Parlamento em Cochabamba, na Bolívia. As línguas oficiais são português, espanhol, inglês e holandês.

Curiosidade

Em espanhol essa organização é chamada de "Unasur" (Unión de Naciones Suramericanas). Em holandês de "UZAN" (Unie van Zuid-Amerikaanse Naties). Em inglês "USAN" (Union of South American Nations).

Sede da Unasul

Sede da Unasul, em Quito

Países Membros

A Unasul é composta por doze países da América do Sul:

  • Argentina
  • Bolívia
  • Brasil
  • Chile
  • Colômbia
  • Equador
  • Guiana
  • Paraguai
  • Peru
  • Suriname
  • Uruguai
  • Venezuela

Além deles, essa organização conta com dois países observadores: o México e o Panamá.

Principais Características

Segundo o “Tratado Constitutivo da Unasul”, assinado em 23 de maio de 2008, as principais características da Unasul focam no fortalecimento de laços entre os países membros.

Unasul reunião Brasília

Reunião de criação da Unasul, em Brasília (2008)

Assim, a Unasul tem como objetivos gerais a integração dos países nos âmbitos social, cultural, econômico e político. Os países membros devem juntos construir esse espaço de diálogo.

Com isso, essa organização tem como intuito diminuir a desigualdade socioeconômica e a pobreza desses países tendo em visto as questões políticas, sociais, educativas, ecológicas, etc.

A ideia é fazer com que a “inclusão social” seja um mote para que os processos democráticos e participativos possam ser priorizados nas decisões.

Um dos pontos é diminuir a taxa de analfabetismo dos países envolvidos investindo em infraestrutura na área da educação. Além da importância da educação, o tratado também prioriza o acesso à saúde pública de qualidade.

No tocante ao meio ambiente, ações sustentáveis devem ser priorizadas, além da integração energética da região. Para isso, deve-se atentar a preservação da biodiversidade, bem como os impactos nos ecossistemas e nos recursos hídricos.

Todos esses pontos devem ser desenvolvidos para que os países busquem uma identidade sul-americana, com vistas à maior integração e o bem-estar da população. Isso, sem deixar de lado a diversidade cultural da região.

Unasul e Mercosul

Mercosul e Unasul - mapa

Mapa da América do Sul com indicações dos membros da Unasul, Mercosul e Comunidade Andina

O Mercosul, criado em 1991, é um bloco econômico que tem como intuito promover a integração entre os países da América do sul bem como de criar uma área de livre-comércio entre eles.

Ainda que sua atuação tenha sido positiva, ele somente incluía 4 países dessa região (Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai). Além disso, recentemente as crises econômicas dos países envolvidos têm enfraquecido esse bloco econômico.

Para tanto, com o objetivo central de promover de forma geral essa integração, surgiu a Unasul.

Interessante observar que a integração promovida pelo Mercosul teve um impacto maior na economia dos países membros.

Por sua vez, a Unasul além focar no desenvolvimento econômico dos países envolvidos, atenta também para o desenvolvimento social, cultural, científico, político e ambiental.

Para saber mais temos estes textos para você: