Dobramentos Modernos


Os dobramentos modernos são um tipo de formação geológica mais recente constituídos de rochas magmáticas e sedimentares.

Eles foram formados pelo movimento das placas tectônicas, durante o período terciário e por esse motivo, são também chamados de Dobramentos Terciários. O nome dobramento está associado a pressão exercida com o movimento das placas formando "dobras" no relevo.

Segundo os estudos de geologia, eles são as maiores elevações do planeta e, portanto, corresponde a cadeia de montanhas e cordilheiras espalhadas pela Terra.

Os dobramentos modernos estão situados numa área instável onde ocorre intensa atividade sísmica (terremoto) e erupções vulcânicas. Os dobramentos podem ser modernos e antigos, dependendo da idade que possuem.

Escudos Cristalinos e Bacia Sedimentar

Além dos Dobramentos Modernos, existem dois tipos de formação geológica, a saber:

  • Escudos Cristalinos: o mais antigo de todos, formado em área de planalto. São menores que os dobramentos modernos e surgiram sobretudo de erupções vulcânicas.
  • Bacia Sedimentar: formado em terrenos de depressão, as bacias sedimentares foram constituídas ao longo dos anos pelo acúmulo de sedimentos.

No Brasil

No Brasil não encontramos esse tipo de formação, posto que o país está localizado no centro da placa tectônica Sul-Americana e, portanto, não apresenta a instabilidade sísmica típica dos dobramentos modernos.

Saiba sobre a Estrutura Geológica do Brasil.

No Mundo

Pelo mundo podemos encontrar dobramentos modernos em quase todos os continentes. Na Europa, os Alpes ou maciço Alpino está localizado na região central da Europa e representam uma grande cadeia de cordilheiras.

Ele está presente em diversos países europeus: Itália, Suíça, Alemanha, Eslovênia, Áustria, França, Mônaco e Liechtenstein. O pico mais alto dos Alpes é o Monte Branco com cerca de 4810 metros, localizado na fronteira da França e da Itália.

Os montes Urais, localizado na Rússia e no Cazaquistão, separa o continente europeu e asiático. O ponto culminante, situado na Rússia, tem cerca de 1900 metros de altitude, chamado de Monte Naroda ou Monte Narodnaya.

Na América, a Cordilheira dos Andes, localizado na América do Sul é um conjunto de cadeias montanhosas que atravessa diversos países da porção oeste: Chile, Argentina, Peru, Bolívia, Equador, Colômbia e Venezuela

Possui 8 mil quilômetros de extensão, sendo considerada o maior dobramento moderno em comprimento do mundo. O ponto mais alto da Cordilheira dos Andes é o Monte Aconcágua, situado na Argentina e que apresenta cerca de 7 mil metros de altitude.

Além dos Andes, as Montanhas Rochosas, situada na América do Norte são um exemplo de dobramentos modernos presentes no continente americano. Estão localizadas no Canadá e nos Estados Unidos. O pico mais alto é o Monte Elbert com comprimento de 4800 quilômetros e altitude aproximada de 4400 metros.

Na Ásia, a Cordilheira do Himalaia é a cadeia de montanhas mais alta do mundo e está localizada no sudeste asiático abrangendo diversos territórios: Índia, China, Tibete, Butão, Nepal, Paquistão. Possui uma altitude máxima de aproximadamente 8850 metros, sendo sua montanha mais alta o Monte Everest.

Na África, a Cordilheira do Atlas está localizado no noroeste do continente passando por diversos países: Marrocos, Argélia e Tunísia. Se estende por 2400 quilômetros sendo que o pico mais alto é o Jbel Toubkal, no Marrocos, com aproximadamente 4170 metros de altitude.